TRE-RN E TJRN FAZEM PARCERIA PARA COMBATER FAKE NEWS NO PERÍODO ELEITORAL

Imagem
  O Tribunal Regional Eleitoral do Rio Grande do Norte (TRE-RN) e o Tribunal de Justiça (TJRN) se uniram para combater a propagação de notícias falsas, especialmente durante o período eleitoral. A parceria foi firmada entre os departamentos de Comunicação dos dois Tribunais. A ideia é que o TJRN, através de suas redes sociais, divulgue informações corretas e serviços sobre as eleições de 2022. Parceria com o TJRN visa ampliar a divulgação de informações verdadeiras sobre o processo eleitoral “O combate à desinformação é uma prioridade para o TRE-RN, bem como para toda a Justiça Eleitoral. Entendemos que fomentar a circulação de conteúdos verídicos e estimular a verificação por meio da divulgação de notícias checadas, recomendações e conteúdos educativos é o caminho para enfrentar os efeitos negativos provocados pela desinformação. A parceria com o TJRN, que possui, em uma única rede social, quase 30 mil seguidores, visa ampliar a divulgação de informações verdadeiras sobre o processo e

MUNICÍPIOS DO RN ESTÃO SEM RECEBER LEITE DO GOVERNO DO ESTADO E REPASSES DO GOVERNO FEDERAL

 


Diante da falta repasses de recursos regulares e uma portaria de equalização financeira por parte do Governo Federal, tem sido cada vez mais difícil para os municípios e seus gestores, a manutenção dos serviços socioassistenciais abertos a população.

De acordo com Colegiado de Gestores Municipais de Assistência Social do RN, o cenário estadual não é diferente. “Quando falamos de repasse de recursos tem um desenho semelhante. Enfrentamos a falta de Cofinanciamento da Proteção Básica, e atrasos no Cofinanciamento da Proteção Especial bem como dos Benefícios Eventuais, por parte da SETHAS e Fundo Estadual de Assistência Social o que terna ainda maiores as dificuldades dos municípios”, explicou o COOGEMAS em nota.

Quanto ao Programa do Leite do Governo do Estado, programa que tem importante papel para assegurar complementação alimentar as famílias vulneráveis nos municípios, obtivemos informações como os municípios filiados ao COEGEMAS que: 42 municípios não estão recebendo leite, há mais de 90 dias e 117 estão recebendo leite, mas 98 destes tiveram diminuição considerável na quantidade entregue pelos lacticínios.

Diante da portaria de equalização e atraso nos repasses por parte do Governo Federal. E diante da falta de Cofinanciamento da política de Assistência Social por parte do Governo Estadual, e descontinuidade regular do fornecimento de leite aos municípios, o Colegiado de Gestores Municipais de Assistência Social, tem tentado junto a SETHAS e do Ministério da Cidadania sempre o diálogo, no entanto,nada tem avançado.

“No âmbito estadual, estivemos com o Coordenador do Leite, Adriano Gomes, que nos informou que apenas em março acontecerá uma licitação. Já se falando do Cofinanciamento estadual, a Secretária Iris Oliveira, diz que tem dificuldade em orçamento para pasta, quando no último ano, perdeu 24 milhões do FECOP para o novo FUNDEB. Já as negociações com o governo federal, não avançam, e a falta no orçamento para 2022 quase 2 bilhões para mantermos s serviços que já ofertamos. Desta forma, não tendo sucesso no diálogo, estamos procurando a imprensa, como já temos reunião marcada com Babá da FEMURN na segunda, e iremos a Brasília pós Carnaval”, completa a nota.

Notícias mais lidas na semana.

MAIS UM GRUPO LIGADO AO DEPUTADO GALENO TORQUATO, ADERE AO GRUPO DO DEPUTADO RAIMUNDO FERNANDES

PREFEITO FLAVIO DE BEROI DESARTICULA OPOSIÇÃO E INTERMEDIA APOIO DE LIDERANÇAS NOVA-CRUZENSES AO DEPUTADO RAIMUNDO FERNANDES

9 PREFEITOS DO RN NA MIRA DO MINISTÉRIO PÚBLICO; SAIBA QUAIS E OS MOTIVOS

ESCOLINHA DE FUTEBOL ACADEMIA ESTEVÃO

ESCOLINHA DE FUTEBOL ACADEMIA ESTEVÃO
ESCOLINHA PARCEIRA DO BLOG

Postagens mais visitadas deste blog

PESQUISA BG/SETA/JUCURUTU/PREFEITO: NA ESPONTÂNEA, IOGO TEM 37,2% E VALDIR TEM 20,9%

PESQUISA BG/AGORASEI/96FM/GOVERNO REJEIÇÃO: FÁTIMA BEZERRA É A MAIS REJEITADA COM 36,4% , SEGUIDA DE GIRÃO COM 25,1%

PESQUISA BG/CONSULT/BOA SAÚDE/PREFEITO: WELLINGTON TEM 47,25%; E EDICE , 35,5% NA ESTIMULADA