11 CIDADES DO RN SUSPENDEM VACINAÇÃO CONTRA A COVID DE CRIANÇAS DE 3 A 5 ANOS POR FALTA DE CORONAVAC

Imagem
  Pelo menos 11 cidades do Rio Grande do Norte suspenderam a vacinação contra a Covid de crianças de 3 a 5 anos por falta de Coronavac. A informação foi confirmada pela Secretaria Estadual de Saúde Pública (Sesap). De acordo com a Sesap, não há previsão de chegada de mais doses da vacina. No dia 13 de julho, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) autorizou a aplicação da vacina em crianças de 3 a 5 anos. Antes disso, as crianças de 5 anos só podiam receber a vacina da Pfizer; as de 3 e 4 não podiam ser imunizadas. No RN, os municípios que suspenderam a vacinação são: Vera Cruz Montanhas Serra de São Bento Tibau do Sul Lajes Pintadas Lagoa de Velhos Senador Elói de Souza Jaçanã Japi Parnamirim No Rio Grande do Norte a vacinação de crianças de 3 a 5 anos começou no dia 18 de julho por Natal, Mossoró e Parnamirim. À época, a Sesap informou que o RN não tinha doses suficientes de CoronaVac para vacinação de crianças entre 3 e 5 anos de idades. G1 RN

SETOR DE SERVIÇOS CRESCE 10,2% E VAREJO ATINJE 2,3% EM 2021 NO RN

 


Os dados das Pesquisas de Serviços e Varejo, divulgadas nesta quinta-feira (10), pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), apresentam o fechamento dos setores em 2021 no Rio Grande do Norte. No acumulado do exercício, o Setor de Serviços do RN fechou com alta de 10,2%. Já as vendas do Varejo potiguar registraram crescimento de 2,3% no ano passado. O número está abaixo das expectativas do setor produtivo, que apostava em uma alta de 5%. O tímido crescimento permite recuperar pouco mais da metade dos 4,2% de vendas que o varejo ampliado do estado perdeu em 2020.

“Entre os motivos dos baixos percentuais apresentados na pesquisa do IBGE, destacamos o empobrecimento da população, combinado com os altos índices de endividamento e de inadimplência verificados no final do ano passado. Essa conjuntura impactou muito mais do que era imaginado em relação a disposição dos potiguares de irem às compras. O Auxílio Brasil, programa de transferência de renda do Governo Federal, que iniciou no final de outubro, ainda não mostrou resultados efetivos. Os recursos que entraram no orçamento familiar foram destinados para alimentação, remédios e vestuário”, analisou o presidente da Fecomércio RN, Marcelo Queiroz.

O varejo potiguar teve, em dezembro, um crescimento de 2,8% em relação a novembro, e no comparativo ao mesmo mês em 2020, houve uma queda de  -3,9%. Mesmo assim, o percentual de crescimento do RN foi maior que a média Brasil (+0,3%) e, ainda, o maior do Nordeste no mês (sobre novembro).

Já o setor Serviços no Rio Grande do Norte cresceu 10,8% em dezembro de 2021, quando comparado ao mesmo período em 2020. O índice marca a 10º taxa positiva consecutiva e fica acima do desempenho nacional, marcado em 10,4%. Outros 10 estados da federação ficaram na mesma situação, sendo apenas Rio Grande do Norte, Ceará e Alagoas da região Nordeste.

“Parte deste incremento está ligado ao fato que algumas das atividades do setor ganharam um natural impulso com a pandemia, como foi o caso do setor de saúde e de serviços às famílias. O alerta que fica, neste caso, é a desaceleração deste crescimento ao longo do ano, em uma clara mostra de que está sendo trilhado o caminho da estabilidade para o setor”, pontuou Queiroz.

Quatro das cinco atividades selecionadas na pesquisa avançaram em dezembro quando comparadas com novembro, com destaque para os saldos positivos em Transportes (1,8%) e em Serviços profissionais, administrativos e complementares (2,6%). As demais expansões vieram de Outros Serviços (1,4%) e de Serviços prestados às famílias (0,9%).

O presidente da Fecomércio RN cita que os números indicam um início de recuperação, mas chama atenção para o fato de que a base de comparação é baixa, uma vez que, em 2020, grande parte das atividades do segmento sofreram paralisações e queda de faturamento.

Notícias mais lidas na semana.

R$ 25 BILHÕES DO PIS/PASEP ESTÃO PARADOS NO BANCO; SAIBA QUEM PODE SACAR

PRESIDENTE DO BANCO CENTRAL DIZ QUE CARTÃO DE CRÉDITO DEIXARÁ DE EXISTIR

Postagens mais visitadas deste blog

PESQUISA BG/SETA/JUCURUTU/PREFEITO: NA ESPONTÂNEA, IOGO TEM 37,2% E VALDIR TEM 20,9%

PESQUISA BG/AGORASEI/96FM/GOVERNO REJEIÇÃO: FÁTIMA BEZERRA É A MAIS REJEITADA COM 36,4% , SEGUIDA DE GIRÃO COM 25,1%

PESQUISA BG/SETA/SÃO GONÇALO/PREFEITO: PAULINHO TEM 59,6% DAS INTENÇÕES DE VOTOS CONTRA 26,4% DE POTI NETO