APÓS ACUMULAR ALTA DE 80%, PREÇO DO LEITE COMEÇA A RECUAR

Imagem
  A fase mais crítica da disparada do preço do leite, que fez do produto o vilão da inflação e diminuiu sua presença nas prateleiras dos supermercados, está ficando para trás. A queda de preços no atacado que começa a ser registrada neste mês por causa da maior oferta e também do fim do período de seca já começa a trazer um alívio para o bolso do consumidor. Em julho, o leite subiu mais de 25% no varejo e acumulou alta de quase 80% no ano, segundo o IPCA, a medida oficial da inflação do País. Mas, desde o início de agosto até a última terça-feira, a cotação média do litro de leite no atacado de São Paulo já caiu quase 17%, de acordo com dados do Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea). “O pior momento de alta de preços acho que já passou”, afirma Samuel José de Magalhães Oliveira, pesquisador em economia da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) Gado de Leite. Ele pondera que o nível de preços anterior à pandemia não deve ser retomado, mas acredita que a

LABORATÓRIO CENTRAL SUSPENDE EXAMES DE ARBOVIROSES POR FALTA DE INSUMOS E AUMENTA CLIMA DE REVOLTA NOS MUNICÍPIOS

 


O Laboratório Central (Lacen) da Secretaria Estadual de Saúde mandou avisar: a partir de segunda-feira, 23, não receberá mais amostras de exames para diagnóstico das arboviroses que andam lotando unidades de pronto atendimento, unidades básicas de saúde e pronto socorro de hospitais particulares.

E tudo simplesmente porque estão em falta os insumos necessários para os exames e, segundo comunicado do Lacen, não há previsão de recebimento.

As autoridades estaduais de Saúde estão tentando jogar a culpa no Ministério da Saúde, mas o fato é que a falta de insumos é resultado da falha no planejamento ou logística por parte do próprio Lacen.

A notícia da suspensão dos exames aumentou o clima de revolta nos municípios que foram cobrados pelo Governo do Estado a montar plano de combate a endemias, começaram a executar mas não receberam apoio. Dos 15 carros fumacê disponíveis, apenas cinco estão em condições de uso.

Na pandemia, foram erros estratégicos em série. Depois dela a falta de planejamento para o combate às endemias, como a dengue, e arboviroses.

O pior: para a incompetência na Saúde, não há remédio que dê jeito.

Notícias mais lidas na semana.

PESQUISA SETA/BANDRN MOSTRA INTENÇÃO DE VOTO DOS MOSSOROENSES PARA O GOVERNO DO ESTADO; CONFIRA RESULTADO

LAGOA DE PEDRAS (RN): PREFEITO GUILHERME AMÂNCIO GANHA EM ÚLTIMA INSTÂNCIA E SEGUE NO CARGO ATÉ FINAL DO MANDATO

TENTATIVA DE FUGA É FRUSTADA EM PENITENCIÁRIA NA GRANDE NATAL

Postagens mais visitadas deste blog

PESQUISA BG/SETA/JUCURUTU/PREFEITO: NA ESPONTÂNEA, IOGO TEM 37,2% E VALDIR TEM 20,9%

PESQUISA BG/AGORASEI/96FM/GOVERNO REJEIÇÃO: FÁTIMA BEZERRA É A MAIS REJEITADA COM 36,4% , SEGUIDA DE GIRÃO COM 25,1%

PESQUISA BG/SETA/SÃO GONÇALO/PREFEITO: PAULINHO TEM 59,6% DAS INTENÇÕES DE VOTOS CONTRA 26,4% DE POTI NETO