IPEC: 50% ACHAM QUE LULA FARÁ UM GOVERNO ÓTIMO OU BOM

Imagem
  Pesquisa do instituto Ipec divulgada nesta quinta-feira (8) perguntou para os entrevistados sobre expectativas para o governo do presidente eleito, Luiz Inácio  Lula  da Silva (PT). O Ipec quis saber como as pessoas acham que será o governo. As respostas foram: Ótimo : 18% Bom : 32% Regular : 20% Ruim:  7% Péssimo:  18% Não sabe/ não respondeu:  5% O Ipec ouviu 2 mil pessoas em todo país do dia 1º ao dia 5 deste mês. O instituto também ouviu a população sobre a avaliação do governo do presidente Jair Bolsonaro (PL).  39% avaliam como ótimo ou bom  e 36% como ruim ou péssimo. Outra pergunta foi se a equipe de Lula está no caminho certo ou errado, considerando o que vem anunciando e planejando até aqui. As respostas foram: Está no caminho certo : 58% Está no caminho errado:  33% Não sabe/ não respondeu:  9%

CÂMARA APROVA PL QUE EXIGE TRANSPARÊNCIA EM PREÇOS DE COMBUSTÍVEIS

 


O plenário da Câmara aprovou nessa terça-feira (7) um projeto de lei que determina às empresas do setor de combustíveis que enviem à Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) os dados que compõem os preços dos produtos comercializados. O projeto segue para análise do Senado.

De acordo com o texto, o envio de informações abrangerá produtores de petróleo, gás naturalm biocombustíveis e de gás natural. A ANP, por sua vez, informará, mensalmente, pela internet, a composição dos preços médios ao consumidor nas capitais dos estados de cinco combustíveis: gasolina automotiva; óleo diesel; gás liquefeito de petróleo; querosene de aviação; e etanol hidratado.

Pela proposta, ANP terá de informar também, todo mês, a composição dos preços médios de venda de gás natural às distribuidoras de gás canalizado nas capitais de estados que possuam ponto de suprimento desse combustível.

O projeto prevê que as empresas informem os valores médios de 11 parcelas integrantes dos preços ao consumidor dos combustíveis, como o custo médio de produção do petróleo de origem nacional; o custo médio de produção do gás natural de origem nacional; o preço de faturamento dos importadores; a margem bruta de distribuição de combustíveis; a margem bruta de revenda de combustíveis automotivos e os tributos pagos. As empresas que deixarem de informar esses valores estarão sujeitos a multas que variam de R$ 5 mil a R$ 1 milhão.

Agência Brasil

Notícias mais lidas na semana.

COMISSÃO DO TRE-RN DÁ PARECER PELA REPROVAÇÃO DE CONTAS DA CAMPANHA WENDEL LAGARTIXA

VÍDEO: TORRE DESABA E ATINGE CASAS NA CIDADE DE BREJINHO, AGRESTE POTIGUAR

Postagens mais visitadas deste blog

PESQUISA BG/AGORASEI/96FM/GOVERNO REJEIÇÃO: FÁTIMA BEZERRA É A MAIS REJEITADA COM 36,4% , SEGUIDA DE GIRÃO COM 25,1%

PESQUISA BG/SETA/JUCURUTU/PREFEITO: NA ESPONTÂNEA, IOGO TEM 37,2% E VALDIR TEM 20,9%

PESQUISA BG/CONSULT/BOA SAÚDE/PREFEITO: WELLINGTON TEM 47,25%; E EDICE , 35,5% NA ESTIMULADA