PRAZO PARA PEDIR VOTO EM TRÂNSITO TERMINA NA PRÓXIMA QUINTA-FEIRA

Imagem
  Termina na próxima quinta-feira (18), o prazo para os eleitores que não estiverem no seu domicílio eleitoral no dia da votação, no primeiro turno, em 2 de outubro; e, em caso de segundo turno, no dia 30 de outubro, solicitarem o voto em trânsito. O requerimento para votar em trânsito precisa ser feito presencialmente, em qualquer cartório eleitoral, sem necessidade de agendamento. É possível solicitar o voto em trânsito para o primeiro, o segundo ou ambos os turnos. Segundo o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), o voto em trânsito vale apenas para o cargo de presidente da República, quando a eleitora ou eleitor indicar uma cidade localizada em outra unidade da Federação diferente da do município do seu domicílio eleitoral. “Podem votar nos cargos de deputado federal, deputado estadual, senador, governador e presidente da República apenas eleitoras e eleitores que indicarem para o voto em trânsito um município que esteja localizado na mesma unidade da Federação do seu domicílio eleitora

DEPUTADO APRESENTA PROJETO PARA PROIBIR PARTICIPAÇÃO DE MULHERES TRANS EM COMPETIÇÕES FEMININAS NO RN

 


O deputado estadual Coronel Azevedo (PL) apresentou um projeto de lei na Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte que visa estabelecer "o sexo biológico" como o único critério para definição do gênero dos atletas em competições esportivas oficiais no estado do Rio Grande do Norte. Pela proposta, que foi publicada no Diário Eletrônico deste sábado (25), ficam vedadas as participações de pessoas transexuais em equipes que correspondam ao sexo oposto ao de nascimento. A proposta ainda vai tramitar nas comissões da Casa.

O parlamentar argumenta que a proposição seria necessária porque, no entendimento de Coronel Azevedo, a participação de pessoas que passam pela transição para mudança do sexo masculino para feminino "possuem, por natureza, inúmeras vantagens, pois seu vigor físico e biológico é flagrantemente perceptível, pondo-as em vantagem quando comparadas com as demais atletas ou competidoras genuinamente do sexo feminino".

Na proposta, o deputado fez referência (sem citar o nome) da jogadora de vôlei Tifany para dar como exemplo do que entendeu ser uma vantagem sobre as demais atletas que não são trans. "É notório que uma jogadora transexual passou a integrar uma equipe feminina de vôlei, inclusive recebendo o título de melhor do ano de 2018 na categoria".

Ainda na proposta de Coronel Azevedo, a federação, entidade ou clube desportivo que descumprir esta lei será multada em dez salários-mínimos vigentes no país por cada atleta inscrito na competição. A proposta deverá seguir nos próximos dias para a comissão de Constituição e Justiça da Assembleia, que analisará a legalidade e admissibilidade do projeto.

Com informações da Tribuna do Norte


Notícias mais lidas na semana.

CRIMINOSOS INVADEM MUNICÍPIO, ATACAM DELEGACIA A TIROS E EXPLODEM COFRE DE POSTO DE COMBUSTÍVEIS EM SÍTIO NOVO/RN

TRAGÉDIA: DOIS MORREM E DOIS FICAM FERIDOS APÓS TIROTEIO EM FESTA NO RN

Postagens mais visitadas deste blog

PESQUISA BG/SETA/JUCURUTU/PREFEITO: NA ESPONTÂNEA, IOGO TEM 37,2% E VALDIR TEM 20,9%

PESQUISA BG/AGORASEI/96FM/GOVERNO REJEIÇÃO: FÁTIMA BEZERRA É A MAIS REJEITADA COM 36,4% , SEGUIDA DE GIRÃO COM 25,1%

PESQUISA BG/SETA/SÃO GONÇALO/PREFEITO: PAULINHO TEM 59,6% DAS INTENÇÕES DE VOTOS CONTRA 26,4% DE POTI NETO