ABC JOGA BEM, PRESSIONA MAS FICA SOMENTE NO EMPATE COM O MIRASSOL NO FRASQUEIRÃO

Imagem
  ABC e Mirassol ficaram somente no 0 a 0 neste sábado (1º) no Estádio Frasqueirão. O alvinegro criou várias chances, pressionou ao longo do jogo mas não foi sufiente para tirar o zero do marcador. O segundo e decisivo jogo será disputado em Mirassol, no próximo sábado (8) às 17 horas. 

GASOLINA SOBE 6,29% E DIESEL 6,95% EM NATAL, DIZ PROCON


O Instituto Municipal de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon Natal) divulgou ontem, em uma pesquisa de preço dos combustíveis realizada em Natal no início da semana, que o último reajuste pesou no preço nas bombas dos postos. Segundo o Procon, nas bombas de 6,29% para a gasolina comum e 6,95% para o diesel. Na sexta-feira da semana passada 17 a Petrobras anunciou aumento para os combustíveis nas refinarias de 5,18%, passando de R$ 3,86 para R$ 4,06 por litro, já o diesel o reajuste foi de R$ 4,91 para 5,61 por litro, alta de 14,26%.

Para a Petrobras o custo ao consumidor, considerando a mistura obrigatória de 73% de gasolina A e 27% de etanol anidro, o preço ao consumidor passará de R$ 2,81 em média, para R$ 2,96 a cada litro vendido nas bombas, ou seja, um aumento de R$ 0,15 por litro. No diesel a mistura obrigatória para comercialização nas bombas é de 90% de diesel A e 10% de biodiesel, sendo que a parcela da Petrobras para o consumidor passará de R$ 4,42 em média para R$ 5,05, a cada litro na bomba, ou seja, um reajuste de R$ 0,63 centavos por litro.

Segundo a pesquisa do Procon, para consumidor de natalense o custo nas bombas foi de R$ 0,40 centavos por litro de gasolina, uma vez que o preço médio da pesquisa realizada em maio foi de R$ 7,51. Para o diesel o custo foi maior de R$ 0,49 centavos por litro, uma vez que na pesquisa anterior o preço médio desse combustível foi de R$ 7,17.

VARIAÇÃO
Cinco dias após o aumento anunciado pela Petrobras, a pesquisa apontou que os preços foram reajustados em 95,2% dos postos pesquisados, apenas um único posto permaneceu com o preço da pesquisa de maio. A respeito da gasolina comum, a diferença entre o maior preço (R$ 8,19) e o menor preço (R$ 7,60) é de R$ 0,59 centavos por litro, ou 7,76%.

Para o etanol, o preço máximo para o etanol nesse mês foi de R$ 6,65 e o mínimo de R$ 5,99, ou seja, uma variação de 11,02% e R$ 0,66 centavos de diferença. Em relação ao diesel foi encontrado pelo menos um posto com o maior preço (R$ 8,29), e um com o menor preço de R$ (7,14), a diferença é de 16,11%, (R$ 1,15).
No entanto, o Gás Veicular (GNV) teve redução em alguns: o valor médio ficou R$ 0,02 mais barato que em maio. Essa redução foi observada em 4,8% dos postos pesquisados e alguns postos a redução chegou a R$ 0,10 centavos de reais por m³.

O Núcleo de pesquisa, setor responsável pela análise dos dados pesquisados, realiza pesquisa mensalmente em 84 postos de gasolina na cidade do Natal, contemplando as quatro regiões da cidade.

Agora RN

Notícias mais lidas na semana.

EM PASSAGEM, PASSEATA E COMÍCIO MOSTRA FORÇA E LIDERANÇA DO PREFEITO JUNINHO EM APOIO AO DEPUTADO RAIMUNDO FERNANDES

NO RN, LULA ABRE MAIS DE 32 PONTOS DE VANTAGEM SOBRE BOLSONARO

PESQUISA EXATUS: FÁTIMA CHEGA A 46,50%; FÁBIO DANTAS 12,55% E STYVENSON 11,15%

Postagens mais visitadas deste blog

PESQUISA BG/SETA/JUCURUTU/PREFEITO: NA ESPONTÂNEA, IOGO TEM 37,2% E VALDIR TEM 20,9%

PESQUISA BG/AGORASEI/96FM/GOVERNO REJEIÇÃO: FÁTIMA BEZERRA É A MAIS REJEITADA COM 36,4% , SEGUIDA DE GIRÃO COM 25,1%

PESQUISA BG/CONSULT/BOA SAÚDE/PREFEITO: WELLINGTON TEM 47,25%; E EDICE , 35,5% NA ESTIMULADA