INSTAGRAM DESMENTE BOATO DE QUE REVELARÁ QUEM VISITOU PERFIL DOS USUÁRIOS

Imagem
  O Instagram negou que esteja trabalhando em um recurso que permite ao usuário saber quem visitou o seu perfil. O rumor circulou nas redes sociais nos últimos dias, mas é falso. “Informamos que os rumores do Instagram mostrar as pessoas que visitaram os perfil na aba ‘Atividade’ não são verdadeiros”, afirmou ao g1 um porta-voz da Meta, controladora da rede social. O boato começou com uma imagem compartilhada no Twitter que imitava uma tela do Instagram. Ela mostra a tela de notificações do aplicativo, com um trecho indicando as pessoas que teriam visitado o perfil do usuário. No entanto, o trecho sobre a suposta novidade é resultado de uma edição de imagem. O autor da foto usou uma letra parecida com a do aplicativo do Instagram para escrever a notificação que estaria sendo liberada pela rede social. g1

IBGE INICIA COLETA DE DADOS DO CENSO NO DIA 1º DE AGOSTO

 


Após dois anos de suspensão, o Censo Demográfico 2022, realizado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), terá início no dia 1° de agosto e deve ser finalizado no mês de outubro. Na última segunda (06), o Instituto começou o treinamento de 401 agentes censitários para atuação no Rio Grande do Norte, distribuídos em 19 locais pelo estado. Entre as novidades, estão a pesquisa com povos indígenas e quilombolas, coleta de informações sobre pessoas com autismo e de coordenadas geográficas de cada domicílio visitado no país, algo que pode orientar políticas públicas para moradias em situação de risco.

No estado, 3.479 vagas temporárias foram criadas para a operacionalização do Censo 2022. O treinamento que vai até o dia 15 de junho orienta os novos agentes censitários municipais (ACM) e os agentes censitários supervisores (ACS), que posteriormente serão responsáveis pelo treinamento dos 2.931 recenseadores que devem ser contratados pelo IBGE. Para tais cargos foram criadas 151 e 284 vagas, respectivamente, com os 34 postos restantes a serem preenchidos em agosto para a pesquisa de pós-enumeração do Censo, que avalia o seu próprio  trabalho quanto à qualidade e cobertura.

Inicialmente suspenso em 2020 devido a pandemia da covid-19, o Censo foi também suspenso no ano passado por falta de recursos no orçamento da União. A pesquisa demográfica traz dados para além da contagem populacional, informando sobre condições de vida dos brasileiros, emprego, renda, acesso a saneamento, saúde e escolaridade, entre outros. Em 2022,  R$ 2.292.957.087 bilhões foram destinados a realização do Censo Demográfico. Os dados preliminares sobre população devem ser divulgados em dezembro desse ano, com outros aspectos da pesquisa sendo liberados em 2023 e 2024.

A edição atual também prevê algumas novidades na pesquisa, trazendo informações sobre a quantidade de pessoas residindo em localidades indígenas ou quilombolas e coletando  as coordenadas dos endereços urbanos no país. Esse último ponto possibilita  visualizar a localização de casas residenciais, além da quantidade de pessoas que vivem em cada uma. Para o IBGE, a informação pode ser útil em situações de desastres naturais e deve orientar políticas públicas de moradia.

Segundo Jailson Filgueira, técnico em Estudos e Pesquisas do IBGE no RN, o sigilo estatístico será devidamente preservado, ou seja, os dados das coordenadas não vão estar vinculados à identificação pessoal daqueles que moram no local visitado. Todos as informações colhidas pelo órgão mantêm esse mesmo princípio, sendo fornecidas para fins exclusivamente estatísticos. 

Na sexta-feira passada (03), a Justiça Federal atendeu a um pedido do Ministério Público Federal (MPF) para que o IBGE inclua campos sobre orientação sexual e identidade de gênero no Censo 2022. A decisão vale para todo o Brasil e dá autonomia para o Instituto usar a metodologia que considerar mais adequada para colher as informações.  O IBGE disse que irá recorrer da decisão da Justiça e que irá responder os questionamentos nos autos do processo. Atualmente, o formato do Censo não se adequa por um só morador responder por todos de seu domicílio. 

Natal foi dividida em mais de mil áreas
A cidade do Natal contará com cerca de 79 supervisores entre ACM e ACS, e aproximadamente 750 recenseadores, distribuídos em 16 postos de coleta dentro dos bairros da capital potiguar. Jailson Filgueira, também coordenador do Censo na área de Natal, São Gonçalo e Extremoz, explica que o Censo é dividido em setores. “Distribuímos em áreas, que nós  chamamos de área de trabalho dos recenseadores. Em Natal, Natal, teremos cerca de 1.030 áreas de trabalho para 750 recenseadores. Cada recenseador terá uma área de trabalho definida e mapeada para não haver duplicação de informação”, diz.

Para isso, irão utilizar o Dispositivo Móvel de Coleta (DMC), recurso que possui um aplicativo que orienta o preenchimento do questionário. À medida que o recenseador finaliza suas tarefas diárias, os dados já começam a ser transmitidos via internet e conferidos pelos supervisores. “Com GPS, o dispositivo vai mostrar a localização do recenseador para não haver uma invasão de setor e evasão. Temos os supervisores para controlar esse trabalho. O trabalho será presencial, de casa em casa, e a pretensão é recensear todos os municípios, não só Natal, mas do Rio Grande do Norte e do Brasil inteiro”.

Jailson explica que o IBGE trabalha com a aplicação de um questionário básico para toda a população e uma versão amostra mais abrangente, que pega informações adicionais sobre trabalho e rendimento das pessoas. É uma seleção que depende do tamanho do município, existindo uma variação em 5% a 10% de respondentes. Neste ano, o questionário amostra inclui perguntas sobre o Transtorno do Espectro Autista (TEA) a fim de mapear quantas pessoas vivem com o transtorno e quantas podem ter, mas ainda não tiveram diagnóstico. 

“Hoje, estamos realizando um treinamento técnico com os novos agentes para lidar com o equipamento. Como eles são supervisores, vão trabalhar com computador desktop, tablet e o DMC. Todos esses equipamentos são para transmissão de dados pela internet. O recenseador chega em um domicílio, pega a coordenada de onde fizer entrevista, e pode transmitir para o aplicativo do IBGE. Os supervisores terão acesso a essa localização para coordenar as ações”, pontua Jailson.

O coordenador ainda comenta que as coletas devem ser iniciadas em 1° de agosto, com previsão para conclusão no final de outubro. “Para um Censo, é como se você tirasse uma fotografia do país em uma  data específica. Vamos considerar a noite de 31 de julho para primeiro de agosto. Todos os respondentes serão orientados a responder sobre suas situações nessa data, mesmo que o questionário seja aplicado posteriormente. Devemos ter dados preliminares, sobre quantidade de população, gênero e idade, para divulgar já em dezembro”.

Os recenseadores contratados visitarão, entre agosto e outubro, os mais de 70 milhões de domicílios em todos os municípios do país. Eles trabalharão uniformizados, com boné e colete azuis com a logomarca do IBGE. No colete, haverá também o crachá de identificação, contendo a foto e os números de matrícula e identidade do entrevistador, que poderá ser verificada por meio do site https://respondendo.ibge.gov.br/ ou do telefone 0800 721 8181. 

Eluzai Felipe, 21 anos, passou no concurso para agente censitário, sendo contratado pelo IBGE. Sobre o Censo, diz estar com boas expectativas para o processo. “Está sendo bem intenso agora e não sabemos como vai ser, vai requerer um esforço muito grande da minha parte e de todos, mas sei que vai dar tudo certo. Tenho o senso de responsabilidade no sentido de fazer o controle e supervisão para que as coisas aconteçam da melhor forma. Cada ação, tem um reflexo, então tudo deve ser feito da forma devida para que o próprio país possa progredir”, relata.

Coordenadora censitária, Maria Isabel Teixeira esclarece que o treinamento envolve muita responsabilidade e conteúdo. “Tanto tem a parte de didática mesmo, de multiplicar esse conhecimento posteriormente para os recenseadores, como temos as informações do Censo propriamente ditas. A questão de conhecer o IBGE, conhecer os objetivos do Censo Demográfico, eles são recém-contratados então fazemos primeiro uma contextualização para conhecerem a casa, os objetivos do serviço e depois destrinchar para partes mais técnicas”, finaliza.

Notícias mais lidas na semana.

VÍDEO: POLICIAL PENAL É ASSASSINADO EM UM BAR NA CIDADE DE NOVA CRUZ

SINDICATO DOS TRABALHADORES RURAIS DE NOVA CRUZ ESTÁ EM UMA SITUAÇÃO CADA VEZ MAIS COMPLICADA COM A JUSTIÇA E PARECE ESTAR FICANDO SEM SAÍDA

"MÉDICO DO POVO" , DR ESTÁCIO, É O NOME DO PSDB NO AGRESTE PARA DISPUTA DE UMA VAGA DE DEPUTADO FEDERAL

Postagens mais visitadas deste blog

PESQUISA BG/SETA/JUCURUTU/PREFEITO: NA ESPONTÂNEA, IOGO TEM 37,2% E VALDIR TEM 20,9%

PESQUISA BG/AGORASEI/96FM/GOVERNO REJEIÇÃO: FÁTIMA BEZERRA É A MAIS REJEITADA COM 36,4% , SEGUIDA DE GIRÃO COM 25,1%

PESQUISA BG/CONSULT/BOA SAÚDE/PREFEITO: WELLINGTON TEM 47,25%; E EDICE , 35,5% NA ESTIMULADA