APÓS ACUMULAR ALTA DE 80%, PREÇO DO LEITE COMEÇA A RECUAR

Imagem
  A fase mais crítica da disparada do preço do leite, que fez do produto o vilão da inflação e diminuiu sua presença nas prateleiras dos supermercados, está ficando para trás. A queda de preços no atacado que começa a ser registrada neste mês por causa da maior oferta e também do fim do período de seca já começa a trazer um alívio para o bolso do consumidor. Em julho, o leite subiu mais de 25% no varejo e acumulou alta de quase 80% no ano, segundo o IPCA, a medida oficial da inflação do País. Mas, desde o início de agosto até a última terça-feira, a cotação média do litro de leite no atacado de São Paulo já caiu quase 17%, de acordo com dados do Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea). “O pior momento de alta de preços acho que já passou”, afirma Samuel José de Magalhães Oliveira, pesquisador em economia da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) Gado de Leite. Ele pondera que o nível de preços anterior à pandemia não deve ser retomado, mas acredita que a

BOLETIM EPIDEMIOLÓGICO REGISTRA QUEDA NOS CASOS DE DENGUE,ZIKA E CHIKUNGUNYA

 


De acordo com boletim epidemiológico da arboviroses divulgado nesta segunda-feira (18), o Rio Grande do Norte apresenta queda nos casos de dengue, zika e chikungunya. Os dados são da Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap) referentes às 26 primeiras semanas do ano, até o 2 de julho. De acordo com a Sesap, essa queda é uma representação do que acontece em todo país. 

No que diz respeito à dengue, foram contabilizados 746 casos prováveis na semana 26, o menor número desde a semana 13. Do início do ano até o dia 2 de julho, o estado registrou 35.646 casos suspeitos, sendo 5.288 confirmados, 31.536 casos prováveis, 4.110 descartados, cinco óbitos confirmados e 16 em processo de investigação. A incidência apresentada foi de 885,62 casos prováveis por 100 mil habitantes.

Com relação à chikungunya, foram 198 casos na semana 26. Esse foi o menor número desde a 13ª semana do ano. Em 2022, já foram notificados 11.997 casos suspeitos da doença, sendo confirmados 1.849, 10.336 considerados prováveis, 1.661 descartados, dois óbitos confirmados e três em processo de investigação. A incidência foi de 290,26 casos prováveis por 100 mil habitantes. "Observamos que está havendo uma queda no número de casos confirmados das arboviroses e acompanha a curva gráfica que ocorre em todo o país", disse a coordenadora de combate às arboviroses da Sesap, Dinara Alves.

No que diz respeito ao zika, foram 105 casos notificados na semana 26, a menor quantidade desde a semana 16. No ano, já são 4.907 casos suspeitos, sendo confirmados 302, 3.794 casos considerados prováveis, 1.113 descartados e nenhum óbito confirmado. A incidência foi de 106,55 casos prováveis por 100 mil habitantes. Zika em gestantes conta com 15 casos confirmados em 2022 por critério laboratorial.

Prevenção

A Sesap reforça, junto à população, os cuidados necessários para evitar a proliferação do mosquito Aedes aegypti, transmissor das arboviroses. Para isso, é necessário manter os quintais limpos e se atentar a água parada em pneus, vasilhas, pias, ralos e etc. Além disso, é importante receber a visita do agente de endemias com frequência.

Notícias mais lidas na semana.

PESQUISA SETA/BANDRN MOSTRA INTENÇÃO DE VOTO DOS MOSSOROENSES PARA O GOVERNO DO ESTADO; CONFIRA RESULTADO

LAGOA DE PEDRAS (RN): PREFEITO GUILHERME AMÂNCIO GANHA EM ÚLTIMA INSTÂNCIA E SEGUE NO CARGO ATÉ FINAL DO MANDATO

TENTATIVA DE FUGA É FRUSTADA EM PENITENCIÁRIA NA GRANDE NATAL

Postagens mais visitadas deste blog

PESQUISA BG/SETA/JUCURUTU/PREFEITO: NA ESPONTÂNEA, IOGO TEM 37,2% E VALDIR TEM 20,9%

PESQUISA BG/AGORASEI/96FM/GOVERNO REJEIÇÃO: FÁTIMA BEZERRA É A MAIS REJEITADA COM 36,4% , SEGUIDA DE GIRÃO COM 25,1%

PESQUISA BG/SETA/SÃO GONÇALO/PREFEITO: PAULINHO TEM 59,6% DAS INTENÇÕES DE VOTOS CONTRA 26,4% DE POTI NETO