POLÍCIA CIVIL PRENDE SUSPEITO NO RN POR EXTORSÃO CONTRA MAIS DE 3.000 MULHERES

Imagem
  Policiais civis da 71ª Delegacia de Polícia (Patu) deram cumprimento, nesta segunda-feira (15), a um mandado de prisão preventiva em desfavor de Matheus Fernandes Alves, 27 anos. Ele, detido na cidade de Caucaia, no estado do Ceará, é investigado pela suspeita da prática do crime de extorsão, na cidade de Patu, via Instagram, no mês de março deste ano. Matheus Fernandes recorreu a um aplicativo pirata para encontrar aleatoriamente as suas vítimas e, após isso, passava a extorqui-las por meio das redes sociais. Segundo as investigações, o suspeito contactava a vítima se passando por um “hacker”, que se dizia contratado por um terceiro para resgatar os arquivos dela e, posteriormente, expor fotos pessoais de caráter íntimo, caso a vítima não realizasse a chamada de vídeo. Com a investigação da 71ª DP, conseguiu-se chegar a autoria do delito, motivo pelo qual foi expedido mandado de prisão em desfavor dele. O mandado foi expedido pela Vara Única da Comarca de Patu, do Tribunal de Justiç

CORTES DE QUASE R$ 24 MILHÕES INVIABILIZAM FUNCIONAMENTO DA UFRN, DIZ REITOR

 


Os cortes que somam quase R$ 24 milhões no orçamento da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) em 2022 deverão inviabilizar o cumprimento dos compromissos com contratos de terceirização e fornecimento de energia nos campi da instituição até o fim do ano, segundo afirmou o reitor José Daniel Diniz, nesta terça-feira (12) ao g1 RN.

O primeiro corte, de cerca de R$ 12 milhões, foi realizado ainda na aprovação do orçamento para este ano, em 2021. No entanto, um novo bloqueio foi realizado na metade do ano, quando a universidade já estava executando o planejamento realizado com o orçamento aprovado.

“Esses cortes aconteceram nas ações de funcionamento. Uma redução maior de R$ 20 milhões, num orçamento que representava R$ 115 milhões. Agora estamos com menos de R$ 100 milhões de reais. Isso num ano em que houve aumento na conta de energia, nos contratos de terceirização e em tudo. Além de que foi no ano de retomada das atividades presenciais”, afirmou.

Os cortes ocorreram no orçamento discricionário, que envolve despesas de custeio, como pagamento de bolsas e auxílio estudantil, contas de água e telefone, contratos de segurança e manutenção, por exemplo.

Segundo o reitor, a instituição não tem como reduzir os contratos. No caso da mão de obra terceirizada, por exemplo, ele afirma que os 1.500 trabalhadores que atuam na área de segurança, limpeza e manutenção são o mínimo.

"Com repetidas reduções, ano após ano, não temos mais como fazer reduções, a não ser trazendo prejuízos significativos, inclusive acadêmicos. Na segurança, temos efetivo mínimo. É possível reduzir? É. Mas não sem trazer consequências graves para a segurança do campus. Na limpeza, estamos com o mínimo de pessoas inclusive do ponto de vista legal. Não temos como reduzir esses números", considerou.

Para o reitor, a única solução é a reversão dos cortes. Por isso, a instituição enviou ofícios aos deputados e senadores do estado, solicitando apoio sobre o assunto. Ele afirma que as intituições federais também já foram informadas sobre novos cortes previstos para o orçamento de 2023.

“Fato é que será muito difícil a instituição honrar com seus compromissos para garantir seu funcionamento, porque simplesmente o orçamento não dá. Não tem como a instituição absorver essa redução. Por outro lado não tem como deixar a instituição parar . Então a única saída é a reversão dessa situação", considerou.

  • Valor total cortado do orçamento para funcionamento da UFRN em 2022: R$ 23.716.661,00

Atualmente a UFRN funciona em 5 campi, em Natal, Macaíba, Santa Cruz, Currais Novos e Caicó, além de 15 polos de educação à distancia, atendendo mais de 40 mil estudantes em mais de 240 cursos de graduação, pós-graduação, além de ensino técnico. A instituição tem cerca de 2,4 mil professores e quase 3 mil servidores dos setores admnistrativos.

"A única solução é voltar pelo menos ao orçamento que tinha sito aprovado pelo próprio congresso no ano passado, que levou ao planejamento das instituições. O que não podemos fazer é considerar a possibilidade de paralisar", pontuou.

Notícias mais lidas na semana.

R$ 25 BILHÕES DO PIS/PASEP ESTÃO PARADOS NO BANCO; SAIBA QUEM PODE SACAR

PRESIDENTE DO BANCO CENTRAL DIZ QUE CARTÃO DE CRÉDITO DEIXARÁ DE EXISTIR

Postagens mais visitadas deste blog

PESQUISA BG/SETA/JUCURUTU/PREFEITO: NA ESPONTÂNEA, IOGO TEM 37,2% E VALDIR TEM 20,9%

PESQUISA BG/AGORASEI/96FM/GOVERNO REJEIÇÃO: FÁTIMA BEZERRA É A MAIS REJEITADA COM 36,4% , SEGUIDA DE GIRÃO COM 25,1%

PESQUISA BG/SETA/SÃO GONÇALO/PREFEITO: PAULINHO TEM 59,6% DAS INTENÇÕES DE VOTOS CONTRA 26,4% DE POTI NETO