11 CIDADES DO RN SUSPENDEM VACINAÇÃO CONTRA A COVID DE CRIANÇAS DE 3 A 5 ANOS POR FALTA DE CORONAVAC

Imagem
  Pelo menos 11 cidades do Rio Grande do Norte suspenderam a vacinação contra a Covid de crianças de 3 a 5 anos por falta de Coronavac. A informação foi confirmada pela Secretaria Estadual de Saúde Pública (Sesap). De acordo com a Sesap, não há previsão de chegada de mais doses da vacina. No dia 13 de julho, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) autorizou a aplicação da vacina em crianças de 3 a 5 anos. Antes disso, as crianças de 5 anos só podiam receber a vacina da Pfizer; as de 3 e 4 não podiam ser imunizadas. No RN, os municípios que suspenderam a vacinação são: Vera Cruz Montanhas Serra de São Bento Tibau do Sul Lajes Pintadas Lagoa de Velhos Senador Elói de Souza Jaçanã Japi Parnamirim No Rio Grande do Norte a vacinação de crianças de 3 a 5 anos começou no dia 18 de julho por Natal, Mossoró e Parnamirim. À época, a Sesap informou que o RN não tinha doses suficientes de CoronaVac para vacinação de crianças entre 3 e 5 anos de idades. G1 RN

GUAMARÉ (RN) ESTIMA COLHER 34 TONELADAS DE ALGODÃO AGROECOLÓGICO

 


Os campos de algodão voltam a embelezar o cenário rural em Guamaré (RN). Após anos sem produzir, o município estima colher 34 toneladas do ouro branco na safra deste ano. O resultado é fruto do Projeto Algodão Agroecológico Potiguar que beneficiou 22 agricultores guamareenses, dos quais 17 obtiveram produção. Essa é mais uma ação da gestão municipal para o fortalecimento da agricultura no município.

O projeto é uma parceria da Prefeitura de Guamaré (RN), por meio da secretaria de Agricultura, com o Governo do RN, através da Sedraf, Sape, Emater, Emparn e Governo Cidadão que busca a revitalização da cultura do algodão no Rio Grande do Norte, associada aos sistemas agroalimentares. Um dos diferenciais desse programa é a compra da produção garantida. “Guamaré foi o município que apresentou o maior número de agricultores participando do projeto nas Regiões Salineira e do Mato Grande. Isso mostra o compromisso da gestão com os agricultores da nossa terra”, declara o secretário Municipal de Agricultura, Enok Silva.

O projeto Algodão Agroecológico é um modelo de desenvolvimento que passa por formações, certificações, utilização de tecnologias poupadora de mão de obra, beneficiamento e acompanhamento. Além disso, o modelo de produção possibilita estruturar outras cadeias produtivas além do algodão como milho, feijão, gergelim, amendoim e outros produtos na comercialização ao mercado orgânico aumentando as possibilidades do agricultor durante todo o ano.

O Projeto algodão em consórcios agroecológicos tem sido uma ferramenta fundamental para o desenvolvimento de práticas de produção de alimentos sustentáveis fortalecendo os agroecossistemas das famílias agricultoras, proporcionando uma produção de alimentos diversificada, com atividades de conservação e recuperação do bioma caatinga.

A prefeitura de Guamaré trabalha ao lado dos produtores rurais desde distribuição de sementes, disponibilizando equipamentos para preparação do solo com o corte de terra, trazendo parcerias com o INCRA, Governo do Estado, FETARN, entre outros parceiros, visando sempre o desenvolvimento da agricultura e da pecuária como importantes atividades econômicas para o município.

Notícias mais lidas na semana.

R$ 25 BILHÕES DO PIS/PASEP ESTÃO PARADOS NO BANCO; SAIBA QUEM PODE SACAR

PRESIDENTE DO BANCO CENTRAL DIZ QUE CARTÃO DE CRÉDITO DEIXARÁ DE EXISTIR

Postagens mais visitadas deste blog

PESQUISA BG/SETA/JUCURUTU/PREFEITO: NA ESPONTÂNEA, IOGO TEM 37,2% E VALDIR TEM 20,9%

PESQUISA BG/AGORASEI/96FM/GOVERNO REJEIÇÃO: FÁTIMA BEZERRA É A MAIS REJEITADA COM 36,4% , SEGUIDA DE GIRÃO COM 25,1%

PESQUISA BG/SETA/SÃO GONÇALO/PREFEITO: PAULINHO TEM 59,6% DAS INTENÇÕES DE VOTOS CONTRA 26,4% DE POTI NETO