APÓS ACUMULAR ALTA DE 80%, PREÇO DO LEITE COMEÇA A RECUAR

Imagem
  A fase mais crítica da disparada do preço do leite, que fez do produto o vilão da inflação e diminuiu sua presença nas prateleiras dos supermercados, está ficando para trás. A queda de preços no atacado que começa a ser registrada neste mês por causa da maior oferta e também do fim do período de seca já começa a trazer um alívio para o bolso do consumidor. Em julho, o leite subiu mais de 25% no varejo e acumulou alta de quase 80% no ano, segundo o IPCA, a medida oficial da inflação do País. Mas, desde o início de agosto até a última terça-feira, a cotação média do litro de leite no atacado de São Paulo já caiu quase 17%, de acordo com dados do Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea). “O pior momento de alta de preços acho que já passou”, afirma Samuel José de Magalhães Oliveira, pesquisador em economia da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) Gado de Leite. Ele pondera que o nível de preços anterior à pandemia não deve ser retomado, mas acredita que a

MAIS DE 60 MUNICÍPIOS DO RN JÁ ATINGIRAM VOLUMES ESPERADOS PARA O MÊS, SEGUNDO EMPARN

 


O Sistema de Monitoramento da Empresa de Pesquisa Agropecuária do Rio Grande do Norte (Emparn) registrou acumulado de chuvas acima de 200 milímetros (mm) na região Leste Potiguar nesses primeiros quatro dias do mês de julho. Esses valores superam a média esperada para o mês inteiro nesta região, que era de 176,8mm. Só na capital, choveu 235mm, enquanto a média do mês neste município é de 245mm. “Outra chuva como essa em Natal, ocorreu 30 de julho de 1998 quando em um só dia choveu 253,2mm”, comentou Gilmar Bristot, chefe da unidade Instrumental de Meteorologia da Emparn.

Além de Natal, Riacho da Cruz (Oeste), Macau (Central), Cerro Corá, Ielmo Marinho (Agreste), são alguns dos 65, dos 167 municípios do RN que já atingiram os volumes de chuva esperado para o mês de julho.

As causas, segundo Bristot, decorrem do aquecimento do oceano Atlântico, com temperaturas acima 1,5ºC, registrando em torno de 28.4°C, que traz umidade para atmosfera do continente associada aos ventos de Leste que atuam na costa do Nordeste. “Climatologicamente, estamos no período chuvoso na Costa do Nordeste com bons volumes de chuvas esperados até setembro de 2022”, disse.

A chuva deve aliviar até a quarta-feira, 6. A previsão para os próximos dias, de acordo com os modelos metereológicos da Emparn analisados por Bristot, é que “na noite da quarta-feira e madrugada da quinta-feira, há possibilidade de índices pluviométricos acumulados superiores a 50mm na faixa Leste do estado. O sábado tem condição de tempo favorável para chuvas, mas em menor intensidade.”

O sistema pode ser acessado por meio do endereço eletrônico meteorologia.emparn.rn.gov.br/inicio.

Previsão dia a dia

04/07/22 – segunda-feira – Céu parcialmente nublado com chuvas em todas as regiões.
05/07/22 – terça-feira – Céu parcialmente nublado a claro em todas as regiões.
06/07/22 – quarta-feira – Céu parcialmente nublado a claro em todas as regiões.
07/07/22 – quinta-feira – Céu parcialmente nublado com chuvas em todas as regiões.
08/07/22 – sexta-feira – Céu parcialmente nublado com chuva em todas as regiões.
09/07/22 – sábado – Céu parcialmente nublado a claro em todas as regiões, com possibilidade de pancadas de chuva no Litoral.
10/07/22 – domingo – Céu parcialmente nublado a claro em todas as regiões, com possibilidade de pancadas de chuva no Litoral.

Natal (RN), 04 de julho de 2022.

GOVERNO DO ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE
EMPRESA DE PESQUISA AGROPECUÁRIA DO RN- EMPARN

Notícias mais lidas na semana.

PESQUISA SETA/BANDRN MOSTRA INTENÇÃO DE VOTO DOS MOSSOROENSES PARA O GOVERNO DO ESTADO; CONFIRA RESULTADO

LAGOA DE PEDRAS (RN): PREFEITO GUILHERME AMÂNCIO GANHA EM ÚLTIMA INSTÂNCIA E SEGUE NO CARGO ATÉ FINAL DO MANDATO

TENTATIVA DE FUGA É FRUSTADA EM PENITENCIÁRIA NA GRANDE NATAL

Postagens mais visitadas deste blog

PESQUISA BG/SETA/JUCURUTU/PREFEITO: NA ESPONTÂNEA, IOGO TEM 37,2% E VALDIR TEM 20,9%

PESQUISA BG/AGORASEI/96FM/GOVERNO REJEIÇÃO: FÁTIMA BEZERRA É A MAIS REJEITADA COM 36,4% , SEGUIDA DE GIRÃO COM 25,1%

PESQUISA BG/SETA/SÃO GONÇALO/PREFEITO: PAULINHO TEM 59,6% DAS INTENÇÕES DE VOTOS CONTRA 26,4% DE POTI NETO