RIO GRANDE DO NORTE TERÁ NOVO POVO DE ENERGIAS RENOVÁVEIS

Imagem
  O Rio Grande do Norte terá novo polo de energias renováveis. A informação foi confirmada durante o evento Energia 50+50, um seminário promovido dentro das comemorações alusivas aos 50 anos do Sebrae na noite desta sexta-feira (12). O Estado foi escolhido para operacionalizar o polo pela experiência no atendimento aos empreendedores do setor e portfólio de soluções desenvolvidas especialmente para o setor de energias renováveis. O novo empreendimento trata-se do Polo Sebrae de Energias Renováveis, que será um hub de informações, conexões, capacitação e estratégias será instalado no estado para atender a empreendedores de todo o país e estabelecer ações integradas entre governanças nos estados, grandes corporações, startups, pequenos negócios e demais atores do ecossistema de inovação. O estado também apresenta potencial para a geração do hidrogênio verde e já possui um centro de tecnologia que é referência na área para o país, o Centro de Tecnologias do Gás e Energias Renováveis (CTGá

RN COMPLETA UM ANO SEM FUGAS EM PRESÍDIOS

 

Na última fuga, 12 detentos fugiram de Alcaçuz – Foto: Arquivo Novo


O Rio Grande do Norte completou, neste mês de julho, um ano sem fugas no seu sistema penitenciário. A última fuga registrada foi no dia 17 de julho de 2021, quando 12 detentos conseguiram escapar da Penitenciária Estadual de Alcaçuz, o maior complexo penal do estado. A marca está sendo alcançada pela primeira vez na história do Estado.

Após o episódio de 2021, a Secretaria de Administração Penitenciária do Rio Grande do Norte (Seap) não registrou mais incidentes até esta segunda-feira (18). De acordo com a pasta, esse marco é fruto do trabalho dos agentes e guardas prisionais em constante alinhamento com as estratégias  adotadas pelo Executivo Estadual.

“O mérito, sem dúvida, vai para todos os policiais penais. No entanto, precisamos lembrar que, estes mesmos policiais, já estão atuando nas unidades prisionais há décadas, e nunca alcançaram tal marca. Então, o mérito também tem que ser dividido com o governo que tem sido atuante e extremamente responsável com a segurança pública como um todo”, disse o secretário da Seap, Pedro Florêncio.

Nos últimos quatro anos, um total de 27 detentos fugiram de penitenciárias do Sistema Prisional do RN. O número representa uma redução de 96% no comparativo com o mesmo período entre 2015 e 2018.

Ainda de acordo com a Seap, uma das atividades que mais contribuem para a redução das fugas, são as constantes revistas realizadas nas alas onde estão abrigados os internos. Na última sexta-feira (15), foi realizada uma operação dentro das principais unidades prisionais do RN. A ação, denominada Dominus, foi desencadeada após uma operação do Ministério Público que resultou na prisão de três advogados, duas mulheres e um homem, suspeitos de envolvimento com facções criminosas.

Na ação, foram averiguadas as estruturas das celas de cada unidade em busca de materiais que pudessem indicar alguma comunicação dos internos com outros integrantes de organizações criminosas que estão nas ruas. Mais de 200 agentes de segurança participaram da operação, que contou com o apoio do Grupo de Operações Especiais, Grupo de Escolta Penal e Polícia Penal, além da Polícia Militar com o apoio do helicóptero Potiguar 01. Só no Complexo de Alcaçuz, foram vistoriados os pavilhões 3 e 4, além da Penitenciária Rogério Coutinho Madruga.

Segundo o titular da Seap, Pedro Florêncio, ainda não há indícios da participação de policiais penais no esquema que envolvia advogados e os chefes de facções. “Até esse momento, não. A investigação está a cargo da Polícia Civil junto com o Ministério Público, então nós não temos como precisar essas informações. O importante para o sistema prisional é manter o controle e se antecipar nas ações de prevenção às fugas. O Estado está atento para prevenir qualquer movimento que possa contribuir para o crime”, explicou o secretário.

Ainda segundo Florêncio, não foram encontrados materiais ilícitos e nenhuma das grades das celas foram violadas. Também não foi encontrado nenhum indício de vulnerabilidade nos presídios.

No Rio Grande do Norte existem 21 unidades prisionais, contabilizando 12 mil presos. Desses, 2.800 estão custodiados em Alcaçuz.

Fugas de unidades prisionais do RN

2015 – 212

2016 – 384

2017 – 249

2018 – 32

2019 – 06

2020 – 09

2021 – 12

2022 – 00

Notícias mais lidas na semana.

CRIMINOSOS INVADEM MUNICÍPIO, ATACAM DELEGACIA A TIROS E EXPLODEM COFRE DE POSTO DE COMBUSTÍVEIS EM SÍTIO NOVO/RN

TRAGÉDIA: DOIS MORREM E DOIS FICAM FERIDOS APÓS TIROTEIO EM FESTA NO RN

Postagens mais visitadas deste blog

PESQUISA BG/SETA/JUCURUTU/PREFEITO: NA ESPONTÂNEA, IOGO TEM 37,2% E VALDIR TEM 20,9%

PESQUISA BG/AGORASEI/96FM/GOVERNO REJEIÇÃO: FÁTIMA BEZERRA É A MAIS REJEITADA COM 36,4% , SEGUIDA DE GIRÃO COM 25,1%

PESQUISA BG/SETA/SÃO GONÇALO/PREFEITO: PAULINHO TEM 59,6% DAS INTENÇÕES DE VOTOS CONTRA 26,4% DE POTI NETO