ABC PERDE PARA O FIGUEIRENSE E SE CLASSIFICA EM 6º; VEJA GRUPOS DA SEGUNDA FASE DA SÉRIE C

Imagem
  O encontro entre Figueirense e ABC na 19ª rodada da Série C do Campeonato Brasileiro terminou com vitória do time de Santa Catarina na tarde deste sábado, por 2 a 1, no Estádio Orlando Scarpelli, em Florianópolis. Tito anotou os gols do Furacão, enquanto Allan Uchôa fez para a equipe Potiguar. Com o resultado da partida e também os duelos que completaram a rodada, Figueirense e ABC estarão no mesmo grupo na próxima etapa da Série C. Paysandu e Vitória completam a lista. O outro grupo será formado por Mirassol-SP, Volta Redonda-RJ, Botafogo-SP e Aparecidense-GO. Os dois primeiros colocados de cara grupo garantem vaga nas semifinais e também na Série B 2023.

SEGUNDO INMET, SEMANA SERÁ DE FORTES CHUVAS NO NORTE, SUL E NORDESTE DO PAÍS

 


O Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) prevê, para os próximos dias, temperaturas superiores a 26 graus Celsius (°C) em grande parte do país, ultrapassando 30ºC nas regiões Centro-Oeste e Norte; no norte e oeste do Nordeste; e no oeste de São Paulo e Paraná.

Nas demais áreas do Centro-sul do país as temperaturas máximas devem ficar em torno de 24°C a 26°C, podendo ser menor no Rio Grande do Sul e Santa Catarina.

Para as temperaturas mínimas durante a semana, o Inmet prevê “ligeiro aumento” ao longo da semana, principalmente nos dias 21 e 22 de julho. “De maneira geral, as temperaturas [mínimas] deverão variar entre 18°C e 26°C em grande parte das regiões Centro-Oeste, Norte e Nordeste”, detalha o informativo meteorológico divulgado pelo Instituto, com previsões até 2 de agosto.

“No centro-sul do país e grande parte do estado da Bahia, a previsão indica temperaturas abaixo de 18°C, podendo chegar a temperaturas mínimas menores que 14°C em áreas de altas altitudes da Região Sudeste e em áreas da Serra Catarinense e no Rio Grande do Sul”, acrescenta.

Há, também, previsão de geada, principalmente nos dias 19 e 20 de julho em áreas da Campanha e Serra do Sudeste do Rio Grande do Sul.

Chuvas
Há previsão de chuva acumulada até o dia 25 de julho. Os maiores acumulados devem ocorrer na faixa norte da Região Norte. Estão previstos acumulados de chuva entre 20 milímetros (mm) e 80 mm no Noroeste do Amazonas e do Pará, Roraima, e extremo Norte do Amapá.

Para o Nordeste, a previsão é de “volumes de chuva em grande parte da região”. O Inmet acrescenta que, na costa Leste, o tempo segue “instável, com acumulados previstos que podem superar 20 mm”.

“No Sealba [região que compreende os estados do Sergipe, Alagoas e Bahia], os maiores acumulados de chuva são previstos em áreas do estado de Alagoas e Sergipe e com menor intensidade na costa leste da Bahia”, informa o boletim.

Já no norte nordestino, entre os estados do Maranhão, Piauí e Ceará, é possível a ocorrência de “pancadas de chuva de forma isolada”. No litoral do Rio de Janeiro e São Paulo, são esperadas chuvas fracas em pontos isolados.

Para as regiões Centro-Oeste e Sudeste, a previsão é de que predomine uma massa de ar seco durante a semana, o que, segundo o Inmet, “continuará desfavorecendo a formação de chuva em praticamente todos os estados da região”.

Muitas nuvens e chuva são esperadas no começo da semana entre Santa Catarina e Paraná, na Região Sul, em consequência da “instabilidade pós frontal” que encontra-se na região. Há previsão de chuvas de até 30 mm.

“No fim de semana, a passagem de outro sistema frontal no estado do Rio Grande do Sul potencializará a formação de chuvas. Já nas demais áreas, não há previsão de chuva”, acrescenta o instituto.

Notícias mais lidas na semana.

CRIMINOSOS INVADEM MUNICÍPIO, ATACAM DELEGACIA A TIROS E EXPLODEM COFRE DE POSTO DE COMBUSTÍVEIS EM SÍTIO NOVO/RN

R$ 25 BILHÕES DO PIS/PASEP ESTÃO PARADOS NO BANCO; SAIBA QUEM PODE SACAR

Postagens mais visitadas deste blog

PESQUISA BG/SETA/JUCURUTU/PREFEITO: NA ESPONTÂNEA, IOGO TEM 37,2% E VALDIR TEM 20,9%

PESQUISA BG/AGORASEI/96FM/GOVERNO REJEIÇÃO: FÁTIMA BEZERRA É A MAIS REJEITADA COM 36,4% , SEGUIDA DE GIRÃO COM 25,1%

PESQUISA BG/SETA/SÃO GONÇALO/PREFEITO: PAULINHO TEM 59,6% DAS INTENÇÕES DE VOTOS CONTRA 26,4% DE POTI NETO