PARQUE DO IMD GERA 2,1 MIL EMPREGOS E MOVIMENTA CERCA DE R$ 200 MILHÕES

Imagem
  Passados cinco anos da sua fundação e início das operações, o Parque Tecnológico Metrópole Digital, em Natal, chegou à marca de R$ 200 milhões em faturamento na soma das empresas presentes no ecossistema e já gera mais de 2.100 empregos em 91 marcas presentes. Vinculado ao Instituto Metrópole Digital, da UFRN, o Parque foi fundado em 2017 e conta com uma série de benefícios fiscais para os integrantes do polo tecnológico. Para o diretor-geral do Parque Tecnológico, Rodrigo Romão Nascimento, o espaço está cumprindo com o que foi projetado na sua concepção inicial.  “A ideia do Parque veio finalizar a missão do IMD, que era fomentar a criação de um polo de tecnologia da informação. O IMD começou por volta de 2011 com o ensino, pesquisa. Esses cinco anos foram necessários para consolidá-lo de fato, ter uma referência, identidade. Nossa missão daqui pra frente é ser um ambiente promotor de conexões para a área de TI”, explica Romão. O Metrópole Digital foi criado a partir da liberação de

AMÉRICA SE APROXIMA DO ACESSO

 


O América voltou a ter um final feliz disputando uma vaga nas quartas de final da Série D diante do Moto Club, no Maranhão. O Alvirrubro mostrou porque é um dos visitantes mais indigestos da competição, bateu o clube maranhense por 1 a 0, no estádio Castelão, com um gol de Wallace  Pernambuco e garantiu o direito de disputar mais uma vez uma vaga de acesso para Série C do próximo ano. Leandro Sena deixou o time potiguar a 180 minutos de conquistar o maior objetivo dos últimos seis anos.

Ao contrário do que se esperava, apesar de jogar pelo empate, o técnico Leandro Sena não optou por uma equipe com três volantes de marcação. A opção do técnico, para início de jogo, em São Luís foi escalar Téssio como meia pela esquerda e compor o ataque com três homens: Elvinho, Wallace Pernambucano e Iago.

No início do jogo a ideia tática americana funcionou. Até os 15 minutos de jogo o time não tinha sofrido nenhuma ameaça real do time da casa, que precisava fazer dois gols para avançar. Jogando modificado, o Moto Club parecia desentrosado, além de esbarrar no bom bloqueio defensivo, com duas linhas, montado pelo América. 

A primeira boa chegada do Rubro-negro surgiu justamente aos 16 minutos. Mário Sérgio, sempre veloz pelo lado direito, recebeu a bola e avançou à linha de fundo. O cruzamento no segundo pau achou Wallace que desviou para o meio e por pouco não encontrou Vander sozinho na área.

No entanto, foi o América quem saiu na frente e ampliou a vantagem agregada no Castelão. Aos 29 minutos Allef sofreu falta na meia-lua. Wallace Pernambucano percebeu a barreira mal armada pelo goleiro Rodrigo Carvalho e bateu rasteiro, no canto, sem chance para o camisa 1 maranhense.

Além do gol, o time potiguar tinha o controle do jogo, criando as melhores chances e sendo pouquíssimo ameaçado pelo Moto Club, que só foi aparecer no ataque novamente após os 40 minutos de bola rolando. Aos 41 Mário Sérgio recebeu na área e bateu firme, ‘tirando tinta” da trave. No lance seguinte a bola “beijou” o “poste” direito de Bruno Pianissola.

Mas o último lance de perigo na etapa inicial foi do clube do RN. Iago arrumou um carnaval na defesa maranhense e, apesar da marcação, ficou cara a cara com o goleiro e chutou. A bola saiu mascada e foi para a linha de fundo.

Na etapa complementar, com os maranhenses já no desespero pela obrigação de fazer no mínimo dois gols para levar a decisão da vaga a ser definida nos pênaltis, o América voltou com a marcação encaixada sem dar chances para os donos da casa.O tempo passava, o treinador Júlio César deixou sua equipe mais ofensiva e o Moto subiu de produção, passando a rondar com mais perigo o espaço ofensivo. Mas o comportamento da zaga era impecável cortando tudo, a bola que passava, como num chute de Nike, o goleiro Bruno aparecia com segurança.

Na metade do segundo tempo, Sena realizou algumas mudanças e entre elas tirou o atacante Wallace Pernambucano, autor do gol, que já vinha apresentando sinais de desgaste. A equipe manteve a pegada e vez ou outra dava um susto no goleiro Rodrigo Carvalho.

Até os 30 minutos o Moto Club não conseguia fazer nada de produtivo, então chegou o momento do tudo ou nada para os maranhenses que tinham de fazer tudo que não conseguiram em todo tempo transcorrido até então, em apenas 15 minutos.

Sem objetividade, os maranhenses falicitavam a vida dos defensores americanos, que roubavam a bola e conseguiam ligar bons contra-ataques. Quando chegou o momento em que só um desastre poderia provocar algo contra o Alvirrubro, Rômulo deu uma bobeira na área e Mário Sérgio aproveitou para completar. A sorte foi que a bola bateu na trave, na única vez que o Rubro-Negro conseguiu assustar os potiguares de verdade.

Na base do desespero, o Moto começou a erguer bolas na área e Enzzo quase conseguiu empatar, mas Bruno apareceu bem, abafando a conclusão e livrando o perigo. Para acabar com essa arma do adversário, Sena colocou o zagueiro Alexandre em campo já dentro dos acréscimos. A determinação era não dar qualquer chance para o azar e confirmar a vaga nas quartas de final da Série D e a tarefa foi cumprida com louvor pelo time potiguar.

Notícias mais lidas na semana.

[ VÍDEOS ] INDIGNADA, POPULAÇÃO DE JUNDIÁ/RN PROTESTA CONTRA VEREADORES DA OPOSIÇÃO SOBRE PROJETO DOS CONTRATOS

VÍDEO: ACIDENTE DEIXA DOIS MORTOS E VÁRIOS FERIDOS GRAVES NA BR-101, NO RN

POLÍCIA FEDERAL PRENDE HOMEM QUE DESTRUIU RELÓGIO DE DOM JOÃO VI NO PALÁCIO DO PLANALTO

Postagens mais visitadas deste blog

PESQUISA BG/SETA/JUCURUTU/PREFEITO: NA ESPONTÂNEA, IOGO TEM 37,2% E VALDIR TEM 20,9%

PESQUISA BG/CONSULT/BOA SAÚDE/PREFEITO: WELLINGTON TEM 47,25%; E EDICE , 35,5% NA ESTIMULADA

PESQUISA BG/AGORASEI/96FM/GOVERNO REJEIÇÃO: FÁTIMA BEZERRA É A MAIS REJEITADA COM 36,4% , SEGUIDA DE GIRÃO COM 25,1%