RN TEM AUMENTO DE MAIS DE 800% NOS CASOS DE DENGUE EM 2022

Imagem
  O Rio Grande do Norte teve um aumento nos casos de dengue, chikungunya e zika neste ano de 2022. Os dados registrados até o dia 22 de outubro, data do último boletim das arboviroses da Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap), são superiores a todo o ano de 2021. Os casos confirmados de dengue, por exemplo, subiram 830% em comparação com o ano passado. Neste ano, foram confirmados 11.330 casos enquanto em 2021 esse número foi de 1.218.  O número de mortes também cresceu: de  1 para 19 . Em maio deste ano, o RN decretou situação de emergência no estado por conta dos casos elevados de arboviroses. Em agosto, a Sesap chegou a anunciar o fim da epidemia, mas recuou e manteve a situação crítica do quadro no estado. A pasta, inclusive,  fez um novo alerta à população diante da chegada do período epidêmico das arboviroses, compreendido entre novembro e maio , quando as altas temperaturas, combinadas às chuvas aceleram a reprodução do mosquito transmissor, aumentando a disseminação dess

BRASIL SE TORNA O TERCEIRO PAÍS DO MUNDO EM NÚMERO DE CASOS DE VARÍOLA DO MACACO

 


O Brasil passou a Alemanha em número de casos de varíola do macaco (monkeypox) e se tornou o terceiro país do mundo com mais pessoas infectadas neste surto.

Dados do Ministério da Saúde atualizados até a noite de quarta-feira (17) mostram que já são 3.359 casos positivos — a Alemanha registra 3.213. Aqui, há outros 4.090 pacientes com suspeita da doença. 

À frente do Brasil estão os Estados Unidos, com 13.517 diagnósticos, e a Espanha, que tem 5.968 casos.

O primeiro caso no Brasil foi registrado algumas semanas após todos esses países, em 8 de junho — o surto começou no início de maio, com pacientes no Reino Unido e na Espanha. 

Países da Europa e também os Estados Unidos, porém, já estão vacinando grupos de risco, como homens que fazem sexo com homens, que concentram a maioria dos casos neste momento. 

O Brasil tem um pequeno quantitativo de vacinas previsto para chegar somente para setembro

O rápido avanço da doença no Brasil foi descrito novamente como preocupante pela líder técnica de monkeypox da OMS (Organização Mundial da Saúde), Rosamund Lewis, em entrevista coletiva ontem. A especialista afirmou que o governo brasileiro precisa agir para frear o surto.

"Dos países que têm tendência de preocupação, o Brasil é um deles. É importante que todas as intervenções de saúde disponíveis sejam executadas e que os indivíduos recebam as informações para se proteger."

São Paulo é o estado com o maior número de casos: 2.274. Em seguida, aparecem Rio de Janeiro (389) e Minas Gerais (155).

As demais unidades da Federação com casos confirmados são:

• Goiás: 121
• Distrito Federal: 116
• Paraná: 83
• Rio Grande do Sul: 54
• Santa Catarina: 43
• Bahia: 26
• Ceará: 23
• Pernambuco: 16
• Mato Grosso do Sul: 12
• Rio Grande do Norte: 10
• Amazonas: 9
• Espírito Santo: 8
• Mato Grosso: 9
• Pará: 4
• Piauí: 2
• Maranhão: 2
• Acre: 1
• Tocantins: 1
• Paraíba: 1

Apenas Sergipe, Alagoas, Roraima e Amapá não têm diagnósticos confirmados da doença até o momento.

Notícias mais lidas na semana.

DIRETOR-GERAL DA CÂMARA DE SANTO ANTÔNIO É O ÚNICO SERVIDOR DO RN A RECEBER A MEDALHA TOP LEGISLATIVO 2022

WILSINHO (PTB) É ELEITO PREFEITO DE CANGUARETAMA COM 54,74% DOS VOTOS VÁLIDOS

POPULAÇÃO ELEGE EDNA LEMOS COMO NOVA PREFEITA DE PEDRO VELHO/RN

Postagens mais visitadas deste blog

PESQUISA BG/AGORASEI/96FM/GOVERNO REJEIÇÃO: FÁTIMA BEZERRA É A MAIS REJEITADA COM 36,4% , SEGUIDA DE GIRÃO COM 25,1%

PESQUISA BG/SETA/JUCURUTU/PREFEITO: NA ESPONTÂNEA, IOGO TEM 37,2% E VALDIR TEM 20,9%

PESQUISA BG/CONSULT/BOA SAÚDE/PREFEITO: WELLINGTON TEM 47,25%; E EDICE , 35,5% NA ESTIMULADA