PEC DESTINA RECURSOS DAS EMENDAS DE RELATOR PARA PISO DA ENFERMAGEM

Imagem
  A garantia de recursos para o pagamento do piso nacional da enfermagem é o objetivo de uma proposta de emenda à Constituição recém-apresentada no Senado. A PEC 22/2022, assinada pelo senador Jean Paul Prates (PT-RN) e subscrita por outros 27 senadores, destina recursos das emendas de relator do Orçamento para apoiar os entes públicos e hospitais filantrópicos no pagamento do piso. A estimativa é de que R$ 10 bilhões sejam usados para essa finalidade. A PEC é uma das proposições que o Senado pode analisar para viabilizar o custeio do piso, que é de R$ 4.750 para enfermeiros, R$ 3.325 para técnicos de enfermagem e R$ 2.375 para auxiliares de enfermagem e parteiras. Esses valores estão previstos na Lei 14.434, sancionada em agosto. A aplicação da lei, no entanto, está suspensa pelo Supremo Tribunal Federal (STF) por 60 dias, até que os entes públicos e instituições privadas da área da saúde esclareçam o impacto financeiro. A proposta do senador Jean Paul prevê que a Lei Orçamentári

RN TEM MAIS DE 800 PESSOAS ESPERANDO POR TRANSPLANTE DE ÓRGÃOS; CAMPANHA FAZ ALERTA

 

Foto: Reprodução    

Mais de 800 pessoas em todo o Rio Grande do Norte aguardam na fila pelo transplante de algum órgão, como rins, córneas, medula e coração. Neste mês, a mobilização em torno do Setembro Verde busca sensibilizar a população sobre a importância da doação de órgãos.

No estado a maior quantidade de pacientes em espera é pelo transplante de córneas, com 490 pessoas, seguido pelos rins com 270 pacientes aguardando; medula com 70 pessoas e coração com três pessoas na fila.

“Fazer essa fila andar depende diretamente da doação de órgãos que, por sua vez, depende dos familiares aceitarem a doação. Este ato impacta não só na vida dos potiguares, mas se estende por todo o território nacional, já que podemos conseguir enviar os órgãos para estados vizinhos”, explicou Rogéria Medeiros, coordenadora da Central Estadual de Transplantes.

Comparado ao mesmo período do ano passado, houve um crescimento de doações e transplantes no primeiro semestre de 2022. Foram 21 doações este ano (11,8 pmp – por milhão de população), enquanto que em 2021 foram 11 (6,2 pmp) O RN está próximo da média nacional de 15,4 pmp no 1º semestre de 2022 e 13,7 nesse período no ano passado.

Neste primeiro semestre de 2022 foram realizados 27 transplantes de rins no estado, 82 de córnea, 70 de medula óssea, três de pele e o um de coração, que foi o primeiro em dez anos no RN. Durante o ano passado foram dois transplantes de rins, 39 de córnea e 52 de medula, não realizando de pele.

Notícias mais lidas na semana.

EM PASSAGEM, PASSEATA E COMÍCIO MOSTRA FORÇA E LIDERANÇA DO PREFEITO JUNINHO EM APOIO AO DEPUTADO RAIMUNDO FERNANDES

CARLOS EDUARDO AMPLIA DISTÂNCIA SOBRE ROGÉRIO NA RETA FINAL, APONTA PESQUISA SETA/BAND

SETA/BAND: FÁTIMA SOBE E ABRE 30 PONTOS DE VANTAGEM SOBRE STYVENSON A 6 DIAS DA ELEIÇÃO

Postagens mais visitadas deste blog

PESQUISA BG/SETA/JUCURUTU/PREFEITO: NA ESPONTÂNEA, IOGO TEM 37,2% E VALDIR TEM 20,9%

PESQUISA BG/AGORASEI/96FM/GOVERNO REJEIÇÃO: FÁTIMA BEZERRA É A MAIS REJEITADA COM 36,4% , SEGUIDA DE GIRÃO COM 25,1%

PESQUISA BG/CONSULT/BOA SAÚDE/PREFEITO: WELLINGTON TEM 47,25%; E EDICE , 35,5% NA ESTIMULADA