PEC DESTINA RECURSOS DAS EMENDAS DE RELATOR PARA PISO DA ENFERMAGEM

Imagem
  A garantia de recursos para o pagamento do piso nacional da enfermagem é o objetivo de uma proposta de emenda à Constituição recém-apresentada no Senado. A PEC 22/2022, assinada pelo senador Jean Paul Prates (PT-RN) e subscrita por outros 27 senadores, destina recursos das emendas de relator do Orçamento para apoiar os entes públicos e hospitais filantrópicos no pagamento do piso. A estimativa é de que R$ 10 bilhões sejam usados para essa finalidade. A PEC é uma das proposições que o Senado pode analisar para viabilizar o custeio do piso, que é de R$ 4.750 para enfermeiros, R$ 3.325 para técnicos de enfermagem e R$ 2.375 para auxiliares de enfermagem e parteiras. Esses valores estão previstos na Lei 14.434, sancionada em agosto. A aplicação da lei, no entanto, está suspensa pelo Supremo Tribunal Federal (STF) por 60 dias, até que os entes públicos e instituições privadas da área da saúde esclareçam o impacto financeiro. A proposta do senador Jean Paul prevê que a Lei Orçamentári

VENDA DE AUTOMÓVEIS E COMERCIAIS LEVES CAI 23,86% NO RN, APONTA FENABRAVE

 


As vendas de carros zero km no Rio Grande do Norte enfrentam um período de queda neste ano, segundo dados da Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores (Fenabrave). Os emplacamentos acumulados – a soma de janeiro a agosto deste ano – de automóveis de passeio, comerciais leves, caminhões, ônibus, motocicletas e implementos rodoviários acumulam retração de 5,76%. De acordo com a entidade, foram 25.234 emplacamentos em 2022 contra 26.777 no mesmo período do ano passado. Mas o mês de agosto, um dos meses fortes tradicionalmente para o setor, mostrou reação do segmento no Estado.

Considerando apenas os veículos de passeio e comerciais leves — que incluem vans e caminhonetes – o recuo é de 23,86% nas vendas no acumulado deste ano em relação a 2021 em todo o RN. Foram 10.375 carros e comerciais leves emplacados até agosto de 2022 contra 13.626 do ano passado. Em relação ao mês de julho, a queda, entretanto, foi menor: 1,5%.

As maiores variações, no entanto, ficam para os ônibus, cujas vendas cresceram 425% no oitavo mês do ano em comparação com o sétimo. Mas em relação ao acumulado, a retração em 2022 foi de 1,16%. Mesmo assim, o mês de agosto, um dos que costuma ser tradicionalmente positivos para as vendas de automóveis no Brasil, apresentou melhoras em relação ao mês anterior. O crescimento foi de 9,24%.

Em relação ao mesmo mês do ano passado o avanço foi ainda maior: 11,72%. Segundo Ericsson Aquino, gerente de uma concessionária de veículos em Natal, agosto foi o melhor período do ano. “Juntando varejo e vendas diretas, superamos a marca de 200 carros vendidos”, apontou. Para ele, o cenário não está melhor em virtude da falta de componentes para a fabricação de alguns veículos, o que afeta várias marcas.

“Alguns modelos conseguimos entregar em prazos considerados normais, que variam de 30 a 60 dias. Já a Strada cabine dupla, não consigo entregar em menos de 150 dias”, apontou. O segmento de comerciais leves, que inclui veículos projetados, equipados e caracterizados para transporte simultâneo ou alternativo de pessoas e carga, cresceu em relação ao sétimo mês do ano, mas vendeu 24,79% a menos do que em agosto de 2021.

Enquanto no Rio Grande do Norte o mercado apresenta queda, no Brasil os números apontam estabilidade no acumulado. Houve um encolhimento de 0,03% nas vendas até agosto deste ano, segundo a Fenabrave. Em 2022 foram 791 automóveis a menos vendidos neste período no País. José Maurício Andreta Júnior, presidente da Fenabrave, indica um equilíbrio entre oferta e demanda no mercado. “A crise de abastecimento arrefeceu um pouco e já não impede que o consumidor encontre o modelo desejado, salvo alguns casos pontuais. Os números refletem esse cenário”, avalia.

Notícias mais lidas na semana.

EM PASSAGEM, PASSEATA E COMÍCIO MOSTRA FORÇA E LIDERANÇA DO PREFEITO JUNINHO EM APOIO AO DEPUTADO RAIMUNDO FERNANDES

CARLOS EDUARDO AMPLIA DISTÂNCIA SOBRE ROGÉRIO NA RETA FINAL, APONTA PESQUISA SETA/BAND

SETA/BAND: FÁTIMA SOBE E ABRE 30 PONTOS DE VANTAGEM SOBRE STYVENSON A 6 DIAS DA ELEIÇÃO

Postagens mais visitadas deste blog

PESQUISA BG/SETA/JUCURUTU/PREFEITO: NA ESPONTÂNEA, IOGO TEM 37,2% E VALDIR TEM 20,9%

PESQUISA BG/AGORASEI/96FM/GOVERNO REJEIÇÃO: FÁTIMA BEZERRA É A MAIS REJEITADA COM 36,4% , SEGUIDA DE GIRÃO COM 25,1%

PESQUISA BG/CONSULT/BOA SAÚDE/PREFEITO: WELLINGTON TEM 47,25%; E EDICE , 35,5% NA ESTIMULADA