RN TEM 304 OBRAS PÚBLICAS COM RECURSOS FEDERAIS PARALISADAS, DIZ TCU

Imagem
  Obra de túnel de macrodrenagem e requalificação da avenida Jerônimo Câmara paralisada (Arquivo) — Foto: Reprodução O Rio Grande do Norte tem pelo menos 304 obras públicas com recursos federais paralisadas e inacabadas. Os dados são do Painel de Obras Paralisadas do Tribunal de Contas da União (TCU), que constatou cerca de 8 mil projetos nesta mesma situação em todo o país. Com base nas fontes de dados do TCU, o Rio Grande do Norte registrou 814 obras públicas com recursos federais em 2022, dentre as quais estão as mais de 300 paralisadas, que representam 37,3%. Conduzidas por prefeituras, por órgãos do governo estadual e pelo próprio governo federal, as obras inacabadas somam investimento total de R$ 929 milhões. Cerca de R$ 346,3 milhões já foram aplicados nesses projetos. Embora a maior parte das obras paralisadas no estado esteja relacionada à Educação - são 125 nesse setor - as obras de maior valor são relacionadas a infraestrutura e saneamento básico. Não entra na conta obras qu

VEJA AS ATIVIDADES DE MICRO E PEQUENAS EMPRESAS QUE MAIS GERARAM EMPREGOS EM 2022

 


Um levantamento do Sebrae (Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas) mostrou as dez atividades econômicas que mais geraram empregos formais no Brasil entre as micro e pequenas empresas neste ano. De janeiro a agosto, o Brasil já supera a marca de 1,8 milhão de empregos gerados, sendo as micro e pequenas empresas responsáveis por 1,3 milhão (71,7%).

A construção de edifícios, com quase 98 mil postos de trabalho criados, lidera o ranking. Em segundo lugar, aparecem os restaurantes e outros estabelecimentos de serviços de alimentação e bebidas, com 71,9 mil vagas, seguidos de transporte de carga rodoviária, com 43,4 mil empregos.

A lista foi feita a partir dos dados do Caged (Sistema do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados) e considera o acumulado do ano, até agosto de 2022.

Os números revelam ainda que outras atividades relacionadas à construção e negócios do ramo da educação destacam-se como os grandes geradores de oportunidades de emprego entre os pequenos negócios. Os serviços de engenharia e os serviços especializados para construção aparecem em 6º e 7º lugares, respectivamente, contabilizando 24,7 mil e 24,2 mil vagas de trabalho, nessa ordem.

Por sua vez, as atividades relacionadas à educação também aparecem mais de uma vez na lista. A educação infantil (creche) apresentou 25,5 mil vagas, ficando em 5º lugar; a educação infantil (pré-escola) rendeu 23,1 mil novas vagas (9º lugar); e o ensino fundamental registrou 23 mil vagas (10º lugar).

Confira o ranking das atividades que criaram mais vagas

1.         Construção de edifícios (97,7 mil empregos).
2.         Restaurantes e outros estabelecimentos de serviços de alimentação e bebidas (71,9 mil empregos).
3.         Transporte de carga rodoviária (43,4 mil empregos).
4.         Serviços combinados de escritório e apoio administrativo (29,7 mil empregos).
5.         Educação infantil – creche (25,5 mil empregos).
6.         Serviços de engenharia (24,7 mil empregos).
7.         Serviços especializados para a construção (24,2 mil empregos).
8.         Atividades de atenção ambulatorial executadas por médicos e odontólogos (23,7 mil empregos).
9.         Educação infantil – pré-escola (23,1 mil empregos).
10.       Ensino fundamental (23 mil empregos).

Fonte: Sebrae

R7

Notícias mais lidas na semana.

DIRETOR-GERAL DA CÂMARA DE SANTO ANTÔNIO É O ÚNICO SERVIDOR DO RN A RECEBER A MEDALHA TOP LEGISLATIVO 2022

WILSINHO (PTB) É ELEITO PREFEITO DE CANGUARETAMA COM 54,74% DOS VOTOS VÁLIDOS

VÍDEO: PREFEITURA DE LAGOA DE PEDRAS/RN DIVULGA ATRAÇÕES DO RÉVEILLON 2023; CONFIRA

Postagens mais visitadas deste blog

PESQUISA BG/SETA/JUCURUTU/PREFEITO: NA ESPONTÂNEA, IOGO TEM 37,2% E VALDIR TEM 20,9%

PESQUISA BG/CONSULT/BOA SAÚDE/PREFEITO: WELLINGTON TEM 47,25%; E EDICE , 35,5% NA ESTIMULADA

PESQUISA BG/AGORASEI/96FM/GOVERNO REJEIÇÃO: FÁTIMA BEZERRA É A MAIS REJEITADA COM 36,4% , SEGUIDA DE GIRÃO COM 25,1%