TRABALHADOR TEM ATÉ DIA 15 PARA PEDIR SAQUE EXTRAORDINÁRIO DO FGTS

Imagem
  O prazo para solicitar o saque extraordinário do   FGTS (Fundo de Garantia por Tempo de Serviço)   termina no dia 15 de dezembro. Depois dessa data, o dinheiro retorna para as contas do fundo. O calendário de pagamento, que vigorou de 8 de fevereiro a 15 de junho, permitiu a   retirada de até R$ 1.000 por trabalhador . Quem não recebeu o crédito do  saque extraordinário do FGTS de forma automática  poderá solicitá-lo, por meio do aplicativo FGTS. Todos os trabalhadores com saldo disponível no FGTS têm direito ao  saque de até R$ 1.000 . O crédito é feito de forma automática na conta do aplicativo Caixa Tem em nome do trabalhador. "A opção é válida aos trabalhadores que não receberam os valores automaticamente pelo aplicativo Caixa Tem ou que tiveram os valores creditados no aplicativo, mas não realizaram movimentações no prazo de 90 dias, fazendo com que os recursos retornassem para as contas do FGTS, conforme previsto na legislação", informa a Caixa. Para solicitar o saque

CONSUMO DE ENERGIA CRESCE 2,5% EM OUTUBRO

 


O consumo de energia no Sistema Interligado Nacional (SIN) aumentou 2,5% em outubro, segundo dados preliminares da Câmara de Comercialização de Energia Elétrica (CCEE).

No mês passado, de acordo com o órgão, foram apurados 65.912 megawatts (MW) médios, ante 64.300 MW médios no mesmo período de 2021.

A demanda no mercado livre – no qual os consumidores podem escolher o fornecedor de energia – registrou aumento de 4,8% em outubro, para 23.738 MW médios. No mercado regulado, em que a gestão da energia é de responsabilidade das distribuidoras, a alta no consumo foi de 1,3% (42.174 MW médios).

Chuvas e temperaturas abaixo da média histórica vinham causando impacto sobre o consumo nacional de energia em setembro e na primeira quinzena de outubro.

“O segmento é altamente influenciado por fatores meteorológicos, com o uso mais intenso de equipamentos de refrigeração em dias mais quentes, por exemplo, o que explica o aumento nas regiões Norte, Sudeste e em parte do Nordeste”, explicou, em nota, a CCEE.

O estado brasileiro que registrou a maior queda percentual no consumo de energia em outubro foi Pernambuco (-5%). Por outro lado, as maiores altas foram no Maranhão (29%), em Tocantins (17%) e no Rio de Janeiro (7%).

Por setor de atividade, os segmentos com as maiores taxas de crescimento foram os de saneamento (17,2%), serviços (12%) e madeira, papel e celulose (10,5%).

Notícias mais lidas na semana.

COMISSÃO DO TRE-RN DÁ PARECER PELA REPROVAÇÃO DE CONTAS DA CAMPANHA WENDEL LAGARTIXA

IGUALMENTE A TEREZINHA MAIA, TOMBA FARIA PODERÁ SER CASSADO

Postagens mais visitadas deste blog

PESQUISA BG/AGORASEI/96FM/GOVERNO REJEIÇÃO: FÁTIMA BEZERRA É A MAIS REJEITADA COM 36,4% , SEGUIDA DE GIRÃO COM 25,1%

PESQUISA BG/SETA/JUCURUTU/PREFEITO: NA ESPONTÂNEA, IOGO TEM 37,2% E VALDIR TEM 20,9%

PESQUISA BG/CONSULT/BOA SAÚDE/PREFEITO: WELLINGTON TEM 47,25%; E EDICE , 35,5% NA ESTIMULADA