RN TEM 304 OBRAS PÚBLICAS COM RECURSOS FEDERAIS PARALISADAS, DIZ TCU

Imagem
  Obra de túnel de macrodrenagem e requalificação da avenida Jerônimo Câmara paralisada (Arquivo) — Foto: Reprodução O Rio Grande do Norte tem pelo menos 304 obras públicas com recursos federais paralisadas e inacabadas. Os dados são do Painel de Obras Paralisadas do Tribunal de Contas da União (TCU), que constatou cerca de 8 mil projetos nesta mesma situação em todo o país. Com base nas fontes de dados do TCU, o Rio Grande do Norte registrou 814 obras públicas com recursos federais em 2022, dentre as quais estão as mais de 300 paralisadas, que representam 37,3%. Conduzidas por prefeituras, por órgãos do governo estadual e pelo próprio governo federal, as obras inacabadas somam investimento total de R$ 929 milhões. Cerca de R$ 346,3 milhões já foram aplicados nesses projetos. Embora a maior parte das obras paralisadas no estado esteja relacionada à Educação - são 125 nesse setor - as obras de maior valor são relacionadas a infraestrutura e saneamento básico. Não entra na conta obras qu

HOMENS COM HISTÓRICO FAMILIAR DE CÂNCER DE PRÓSTATA TÊM TRÊS VEZES MAIS CHANCES DE ADQUIRIR A DOENÇA

 


Responsável por 10% de todas as mortes provocadas por câncer em pacientes do sexo masculino no país, o câncer de próstata não tem suas causas bem conhecidas, tornando, assim, inviável a prevenção total na maior parte dos casos.

Sabe-se apenas que os principais fatores de risco para o desenvolvimento da doença são a presença de testosterona (hormônio masculino) e o avançar da idade. Além disso, uma dieta rica em gorduras e o histórico familiar são fatores que podem apontar uma causa para a incidência do tumor.

De acordo com o urologista do Hapvida Notredame Intermédica Felipe Melo, a história da família é um risco bem estabelecido para o desenvolvimento da doença.

“Comparados com homens sem história familiar positiva, homens com pai e/ou irmão diagnosticado com câncer de próstata correm risco duas ou três vezes maior de serem diagnosticados com esse tipo de câncer e o risco é quase nove vezes maior para homens com os dois parentes com a doença”, explica ele.

De acordo com o Instituto Nacional de Câncer (INCA), um a cada seis homens será diagnosticado com câncer de próstata. O instituto aponta que a estimativa, no Brasil, para o triênio 2020-2022 é de cerca de 65.840 novos casos de câncer de próstata por ano, representando 29,2% dos cânceres incidentes no país.  
No Rio Grande do Norte, a projeção é que sejam registrados 1.570 novos diagnósticos em 2022.

“É importante ressaltar que existe 90% de cura da doença quando diagnosticada no início, mas infelizmente mais de 50% dos homens, com idade entre 50 e 55 anos, nunca se consultaram com um especialista”, afirma Felipe Melo.

O médico do Hapvida Notredame Intermédica afirma também que os principais fatores de risco como idade e histórico familiar não têm como serem controlados, mas os fatores relacionados ao estilo de vida, sim. Uma alimentação saudável, a prática regular de exercício físico e a abstinência de cigarros, de acordo com ele, são importantíssimos no combate à doença.


Notícias mais lidas na semana.

DIRETOR-GERAL DA CÂMARA DE SANTO ANTÔNIO É O ÚNICO SERVIDOR DO RN A RECEBER A MEDALHA TOP LEGISLATIVO 2022

WILSINHO (PTB) É ELEITO PREFEITO DE CANGUARETAMA COM 54,74% DOS VOTOS VÁLIDOS

VÍDEO: PREFEITURA DE LAGOA DE PEDRAS/RN DIVULGA ATRAÇÕES DO RÉVEILLON 2023; CONFIRA

Postagens mais visitadas deste blog

PESQUISA BG/SETA/JUCURUTU/PREFEITO: NA ESPONTÂNEA, IOGO TEM 37,2% E VALDIR TEM 20,9%

PESQUISA BG/CONSULT/BOA SAÚDE/PREFEITO: WELLINGTON TEM 47,25%; E EDICE , 35,5% NA ESTIMULADA

PESQUISA BG/AGORASEI/96FM/GOVERNO REJEIÇÃO: FÁTIMA BEZERRA É A MAIS REJEITADA COM 36,4% , SEGUIDA DE GIRÃO COM 25,1%