RN TEM 304 OBRAS PÚBLICAS COM RECURSOS FEDERAIS PARALISADAS, DIZ TCU

Imagem
  Obra de túnel de macrodrenagem e requalificação da avenida Jerônimo Câmara paralisada (Arquivo) — Foto: Reprodução O Rio Grande do Norte tem pelo menos 304 obras públicas com recursos federais paralisadas e inacabadas. Os dados são do Painel de Obras Paralisadas do Tribunal de Contas da União (TCU), que constatou cerca de 8 mil projetos nesta mesma situação em todo o país. Com base nas fontes de dados do TCU, o Rio Grande do Norte registrou 814 obras públicas com recursos federais em 2022, dentre as quais estão as mais de 300 paralisadas, que representam 37,3%. Conduzidas por prefeituras, por órgãos do governo estadual e pelo próprio governo federal, as obras inacabadas somam investimento total de R$ 929 milhões. Cerca de R$ 346,3 milhões já foram aplicados nesses projetos. Embora a maior parte das obras paralisadas no estado esteja relacionada à Educação - são 125 nesse setor - as obras de maior valor são relacionadas a infraestrutura e saneamento básico. Não entra na conta obras qu

PROCURADORA DE JUSTIÇA É NOMEADA DESEMBARGADORA DO TJRN

 


A Procuradora de Justiça Maria de Lourdes Medeiros de Azêvedo foi nomeada para o cargo de desembargadora do Tribunal de Justiça do Estado do Rio Grande do Norte (TJRN), na vaga correspondente ao Quinto Constitucional destinada ao Ministério Público, antes ocupada por Judite  Monte de Miranda Nunes que se aposentou em novembro de 2021. A decisão foi realizada pelo Governo do Rio Grande do Norte e publicada no Diário Oficial do Estado nesta quinta-feira (10).  

A regra do quinto constitucional está disposta no artigo 94 da Constituição Federal de 1988 e prevê que um quinto dos membros de determinados tribunais brasileiros sejam compostos por advogados e membros do Ministério Público Federal ou Estadual, a depender se Justiça Federal ou Estadual. Os integrantes do Ministério Público precisam ter, no mínimo, dez anos de carreira, e os advogados, mais de dez anos de exercício profissional, notório saber jurídico e reputação ilibada.
 
No início da semana, o TJRN havia formado a lista tríplice para o preenchimento da vaga. Além da procuradora Maria de Lourdes Medeiros de Azêvedo, foram indicados os procuradores Herbert Pereira Bezerra  e o promotor Marcos Aurélio de Freitas Barros. A votação para formação da lista tríplice ocorreu de forma nominal. O presidente da Corte, desembargador Vivaldo Pinheiro, iniciou a votação, que transcorreu por ordem de antiguidade. Os magistrados afirmaram que os critérios adotados para a escolha foram “técnicos e constitucionais” sobre cada nome apresentado.

Vivaldo Pinheiro disse que a formação da lista tríplice foi uma “difícil missão”, por entender que os seis nomes apresentados eram altamente qualificados. A escolha, de acordo com Pinheiro, se deu por meio da análise dos currículos apresentados e trajetórias individuais de cada um dos candidatos.  “Afirmo, tranquilamente que, pela trajetória de vida pública reconhecida, competência, espírito agregador, respeitabilidade, honradez, experiência profissional e presteza do exercício da jurisdição, todos os seis candidatos poderiam vir a engrandecer este colegiado na honrada e dedicada tarefa de julgar nossos semelhantes”, enalteceu.


Notícias mais lidas na semana.

DIRETOR-GERAL DA CÂMARA DE SANTO ANTÔNIO É O ÚNICO SERVIDOR DO RN A RECEBER A MEDALHA TOP LEGISLATIVO 2022

WILSINHO (PTB) É ELEITO PREFEITO DE CANGUARETAMA COM 54,74% DOS VOTOS VÁLIDOS

VÍDEO: PREFEITURA DE LAGOA DE PEDRAS/RN DIVULGA ATRAÇÕES DO RÉVEILLON 2023; CONFIRA

Postagens mais visitadas deste blog

PESQUISA BG/SETA/JUCURUTU/PREFEITO: NA ESPONTÂNEA, IOGO TEM 37,2% E VALDIR TEM 20,9%

PESQUISA BG/CONSULT/BOA SAÚDE/PREFEITO: WELLINGTON TEM 47,25%; E EDICE , 35,5% NA ESTIMULADA

PESQUISA BG/AGORASEI/96FM/GOVERNO REJEIÇÃO: FÁTIMA BEZERRA É A MAIS REJEITADA COM 36,4% , SEGUIDA DE GIRÃO COM 25,1%