LULA DIZ QUE NÃO DARÁ AUTORIZAÇÕES PARA PESQUISAS MINERAIS EM ÁREAS INDÍGENAS

Imagem
  O presidente Luiz Inácio  Lula  da Silva (PT) afirmou nesta segunda-feira (30) que o governo não vai mais conceder novas autorizações para pesquisas minerais em áreas indígenas. O petista também voltou a afirmar que colocará fim ao garimpo ilegal em territórios indígenas, como o dos Yanomami – que vêm enfrentando uma grave crise de saúde em razão do avanço da atividade garimpeira. Lula deu as declarações ao ser questionado sobre as medidas que o governo federal tomará para expulsar cerca de 20 mil garimpeiros que exploram florestas e rios onde vivem os indígenas. A pergunta foi feita durante coletiva de Lula com o chanceler da Alemanha, Olaf Scholz – após encontro entre os dois no Palácio do Planalto. "Temos que parar com a brincadeira, não terá mais garimpo. O governo brasileiro vai tirar e acabar com qualquer garimpo a partir de agora. E não vai haver mais, por parte da agência de minas e energia, autorização para alguém fazer pesquisa em qualquer área indígena", disse Lu

ANESTESISTAS SUSPENDEM ATENDIMENTO PELO SUS NO RN NESTA QUINTA (15)

 

Vinícius Luz, presidente da Coopanest


Os anestesiologistas que atendem pelo Sistema Único de Saúde (SUS) informaram por meio de nota que, nesta quinta-feira (15), irão suspender os atendimentos nos hospitais e clínicas do Rio Grande do Norte.

A cooperativa dos profissionais afirma que acumula uma dívida, que chegará aos R$ 4 milhões de reais no próximo dia 25, em decorrência do atraso nos pagamentos do Governo do RN e da Prefeitura do Natal. Informa ainda que parte desse atraso remete à parcela do mês de janeiro de 2022, fruto do acordo intermediado com os prestadores de serviço na época. 

"Desde o início de dezembro que a Coopanest tenta, sem sucesso, uma solução junto às secretarias estadual e municipal de Saúde. Em novembro, a pedido da cooperativa, foi realizada uma reunião com a participação do Ministério Público e dos representastes do poder público para mostrar a gravidade da situação diante de tantos atrasos. Depois disso, não houve avanços", informou a nota.

A cooperativa declarou que encaminhou ofícios aos secretários comunicando a suspensão dos atendimentos a partir do dia 15 de dezembro e que, "diante da omissão do poder público em provocar o diálogo e sem à regularização dos honorários, as cirurgias eletivas contratadas pelo SUS no Rio Grande do Norte deixarão de ser realizadas nesta quinta-feira nos hospitais e clínicas".

Por mês, a Coopanest realiza 5.200 procedimentos mensais para o Sistema Único de Saúde. De acordo com a divisão de responsabilidades, o Governo Federal é responsável por 23% do repasse, o Governo Estadual 46% e o Municipal 31%.

Notícias mais lidas na semana.

[ VÍDEOS ] INDIGNADA, POPULAÇÃO DE JUNDIÁ/RN PROTESTA CONTRA VEREADORES DA OPOSIÇÃO SOBRE PROJETO DOS CONTRATOS

VÍDEO: ACIDENTE DEIXA DOIS MORTOS E VÁRIOS FERIDOS GRAVES NA BR-101, NO RN

NOITE DE TERROR: BANDIDOS FAZEM SEQUESTRO E ATIRAM CONTRA VIATURA DA PM NO RN

Postagens mais visitadas deste blog

PESQUISA BG/SETA/JUCURUTU/PREFEITO: NA ESPONTÂNEA, IOGO TEM 37,2% E VALDIR TEM 20,9%

PESQUISA BG/CONSULT/BOA SAÚDE/PREFEITO: WELLINGTON TEM 47,25%; E EDICE , 35,5% NA ESTIMULADA

PESQUISA BG/AGORASEI/96FM/GOVERNO REJEIÇÃO: FÁTIMA BEZERRA É A MAIS REJEITADA COM 36,4% , SEGUIDA DE GIRÃO COM 25,1%