SE HOUVER ESPAÇO, SALÁRIO MÍNIMO SOBE EM MAIO PARA R$ 1.320,00, DIZ MINISTRO

Imagem
  O ministro do Trabalho, Luiz Marinho, reafirmou nesta segunda-feira, 6, que o governo está empenhado em estudar uma maneira de viabilizar o salário mínimo de R$ 1.320,00 a partir de 1º de maio, mas que ainda é cedo para garantir o aumento. Ele participa na manhã desta segunda junto com outros 11 ministros da posse de Aloizio Mercadante na presidência do Banco Nacional do Desenvolvimento Econômico e Social, no Rio de Janeiro. Marinho também avaliou que este ano serão gerados mais empregos do que em 2022, mas que a taxa de desemprego deve permanecer no patamar atual ou mesmo subir, pela inclusão de pessoas que haviam desistido de procurar emprego e se sentirão estimuladas a voltar a procurar. "Vamos aguardar para ver a tendência do crescimento econômico. Acredito sinceramente que a partir da dinâmica do governo do presidente Lula, 14 mil obras paradas hoje serão retomadas gradativamente e isso vai melhorar a relação emprego e renda, seguramente vai impulsionar o crescimento da eco

CAERN SERÁ SEGUNDA COMPANHIA DO NORDESTE COM MAIS UNIDADES NO MERCADO LIVRE DE ENERGIA

 


A Caern se tornará em 2023 a segunda companhia de saneamento no Nordeste com mais unidades no Mercado Livre de Energia. A empresa está executando a inclusão de 43 novas estações para o próximo ano, totalizando assim 103 unidades, ficando abaixo apenas da Embasa, na Bahia. Desde a entrada da Caern no Mercado Livre, em 2020, a economia já superou os R$ 22 milhões.

De acordo com o coordenador da Unidade de Eficientização e Gestão Energética da Caern, Pedro Medeiros, das 43 novas estações que serão implantadas em 2023, 28 entrarão em funcionamento no primeiro semestre de 2023, e 15 para o segundo semestre. “Assim, sistemas como as adutoras Sertão Central Cabugi, Serra de Santana e todos os poços de Mossoró, estarão 100% livres”, destacou.

Somente para janeiro de 2023, entrarão 22 estações que já estão com os seus sistemas de medição elétrica para faturamento (SMF) adequados ao padrão exigido pela Câmara de Comercialização de Energia Elétrica (CCEE), órgão que controla e fiscaliza os agentes geradores e consumidores no Ambiente de Contratação Livre (ACL).

A Caern licitou em abril de 2022 o fornecimento de 3,5 MW médios de energia livre para as novas unidades, provenientes de geração eólica e solar, o suficiente para alimentar mais de 12.000 mil residências. Esse montante será somado aos 16 MW médios já contratados desde 2020 e assim, 73% de toda a energia consumida pela Caern será renovável e sustentável, o que garante maior responsabilidade e compromisso com o meio ambiente, além de promover economia dos recursos financeiros, que poderão ser destinados às outras áreas da Companhia.

Notícias mais lidas na semana.

JOVEM EMPRESÁRIO VEM SENDO LEMBRADO PELA POPULAÇÃO PARA UMA POSSÍVEL CANDIDATURA DE PREFEITO EM SANTO ANTÔNIO

MORRE A JORNALISTA GLÓRIA MARIA, ÍCONE DA TV BRASILEIRA

PREFEITO DE TANGARÁ TEM PAGAMENTO DO SALÁRIO SUSPENSO PELA JUSTIÇA POR ACÚMULO DE REMUNERAÇÕES

Postagens mais visitadas deste blog

PESQUISA BG/CONSULT/BOA SAÚDE/PREFEITO: WELLINGTON TEM 47,25%; E EDICE , 35,5% NA ESTIMULADA

PESQUISA BG/SETA/JUCURUTU/PREFEITO: NA ESPONTÂNEA, IOGO TEM 37,2% E VALDIR TEM 20,9%

PESQUISA BG/AGORASEI/96FM/GOVERNO REJEIÇÃO: FÁTIMA BEZERRA É A MAIS REJEITADA COM 36,4% , SEGUIDA DE GIRÃO COM 25,1%