PASSAGEM (RN): PREFEITO JUNINHO ASSINA ORDEM DE SERVIÇO PARA INÍCIO DA REFORMA DO CENTRO DE SAÚDE

Imagem
  Na última sexta-feira (03),  o prefeito Juninho do município de Passagem assinou a Ordem de Serviço para o início da reforma do Centro de Saúde. A obra é muito importante para estrutura física do prédio, pois o local ficará mais digno para receber a população que todos os dias passam por ali para os devidos atendimentos.  Os recursos para reforma é de indicação de emenda do senador Styvenson Valentin e trará com toda certeza mais conforto aos usuários Passagenses.

RESOLUÇÃO DO CNJ PRETENDE ASSEGURAR DIREITOS E HUMANIZAÇÃO NO PROCESSO DE ADOÇÃO

 


O Conselho Nacional de Justiça (CNJ) aprovou resolução com o objetivo de  uniformizar os procedimentos dos Tribunais de Justiça para acolher gestantes com interesse de entregar seu filho à adoção. A norma, que entrou no debate após ofício enviado pela Coordenadoria da Infância e da Juventude do Tribunal de Justiça do Acre (TJAC), pretende assegurar a humanização e os direitos tanto da mãe quanto da criança no processo de adoção regular.  

De acordo com o conselheiro Richard Pae Kim, a proposta será um modelo para os juízes e as juízas que lidam com casos de entrega protegida. Em seu voto, ele destacou que a norma deverá fortalecer a cultura da adoção legal e que o Marco Legal da Primeira Infância qualificou o encaminhamento pela Rede de Proteção da mulher que não deseja maternar, ou seja, assumir compromissos de mãe. 

A ideia é evitar situações extremas como abandono de crianças com risco de morte, abortos clandestinos e até mesmo entregas ilegais para adoção. Apesar de uniformizar o processo de adoção, de acordo com o conselheiro, a mulher deve ter o direito  de retratação e arrependimento dentro dos prazos previstos; e o sigilo da decisão. Além disso, a criança entregue poderá ter conhecimento da origem biológica. 

A mulher que desejar entregar seu bebê à adoção será encaminhada à Vara da Infância e Juventude para que seja formalizado o procedimento judicial e designado o atendimento pela equipe interprofissional. Segundo  Richard Pae Kim, será elaborado um fluxograma e manual para que todos os envolvidos tenham fácil visualização dos procedimentos a serem seguidos de acordo com a resolução.

A elaboração do ato normativo foi baseada na Constituição Federal, no Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA), no Marco Legal da Primeira Infância (Lei n. 13.257/2016) e no Protocolo para Julgamento sob a Perspectiva de Gênero do CNJ, entre outros dispositivos nacionais e internacionais.

Notícias mais lidas na semana.

JOVEM EMPRESÁRIO VEM SENDO LEMBRADO PELA POPULAÇÃO PARA UMA POSSÍVEL CANDIDATURA DE PREFEITO EM SANTO ANTÔNIO

NATAL CAP EMITE NOTA DE ESCLARECIMENTO; CONFIRA

MORRE A JORNALISTA GLÓRIA MARIA, ÍCONE DA TV BRASILEIRA

Postagens mais visitadas deste blog

PESQUISA BG/CONSULT/BOA SAÚDE/PREFEITO: WELLINGTON TEM 47,25%; E EDICE , 35,5% NA ESTIMULADA

PESQUISA BG/SETA/JUCURUTU/PREFEITO: NA ESPONTÂNEA, IOGO TEM 37,2% E VALDIR TEM 20,9%

PESQUISA BG/AGORASEI/96FM/GOVERNO REJEIÇÃO: FÁTIMA BEZERRA É A MAIS REJEITADA COM 36,4% , SEGUIDA DE GIRÃO COM 25,1%