LULA DIZ QUE NÃO DARÁ AUTORIZAÇÕES PARA PESQUISAS MINERAIS EM ÁREAS INDÍGENAS

Imagem
  O presidente Luiz Inácio  Lula  da Silva (PT) afirmou nesta segunda-feira (30) que o governo não vai mais conceder novas autorizações para pesquisas minerais em áreas indígenas. O petista também voltou a afirmar que colocará fim ao garimpo ilegal em territórios indígenas, como o dos Yanomami – que vêm enfrentando uma grave crise de saúde em razão do avanço da atividade garimpeira. Lula deu as declarações ao ser questionado sobre as medidas que o governo federal tomará para expulsar cerca de 20 mil garimpeiros que exploram florestas e rios onde vivem os indígenas. A pergunta foi feita durante coletiva de Lula com o chanceler da Alemanha, Olaf Scholz – após encontro entre os dois no Palácio do Planalto. "Temos que parar com a brincadeira, não terá mais garimpo. O governo brasileiro vai tirar e acabar com qualquer garimpo a partir de agora. E não vai haver mais, por parte da agência de minas e energia, autorização para alguém fazer pesquisa em qualquer área indígena", disse Lu

SESAP CONVOCA 112 PROFISSIONAIS PARA O HOSPITAL DA MULHER EM MOSSORÓ

 


A Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap) abriu nesta sexta-feira (20) a convocação de 112 profissionais para compor o quadro de funcionários do Hospital da Mulher Parteira Maria Correia. A publicação no Diário Oficial do Estado (DOE) lista 84 técnicos e técnicas em enfermagem e 28 técnicos e técnicas em biodiagnóstico para atuar na nova unidade hospitalar, inaugurada em Mossoró no fim de dezembro passado.

O chamamento dos profissionais, que serão contratados em regime temporário, faz parte do planejamento da Sesap para a abertura gradual dos serviços no Hospital da Mulher, que já está com seu ambulatório funcionando.

"A chamada viabilizará a ampliação das ofertas de serviços de saúde ambulatoriais que já atendem hoje toda a Macrorregião Oeste, que compreende 63 municípios. Especialmente os serviços de apoio diagnóstico aos atendimentos ginecológicos e obstétricos, além da farmácia central e as pequenas cirurgias ginecológicas que hoje são um grande vazio assistencial para a região", disse Elenimar Costa, diretora geral do Hospital Parteira Maria Correia.

Os novos profissionais reforçam o trabalho de fortalecimento da rede de atenção à saúde materno-infantil e a continuidade da implantação do plano estadual de redução da mortalidade materna.

Ao fim do cronograma de implantação, o Hospital da Mulher será a maior unidade de saúde pública da rede estadual, com mais de 160 leitos e diversos serviços focados na atenção materno-infantil.

Os profissionais convocados têm 20 dias para realizar o processo burocrático e assinar o contrato. O detalhamento do processo está publicado no DOE.

Notícias mais lidas na semana.

[ VÍDEOS ] INDIGNADA, POPULAÇÃO DE JUNDIÁ/RN PROTESTA CONTRA VEREADORES DA OPOSIÇÃO SOBRE PROJETO DOS CONTRATOS

VÍDEO: ACIDENTE DEIXA DOIS MORTOS E VÁRIOS FERIDOS GRAVES NA BR-101, NO RN

NOITE DE TERROR: BANDIDOS FAZEM SEQUESTRO E ATIRAM CONTRA VIATURA DA PM NO RN

Postagens mais visitadas deste blog

PESQUISA BG/SETA/JUCURUTU/PREFEITO: NA ESPONTÂNEA, IOGO TEM 37,2% E VALDIR TEM 20,9%

PESQUISA BG/CONSULT/BOA SAÚDE/PREFEITO: WELLINGTON TEM 47,25%; E EDICE , 35,5% NA ESTIMULADA

PESQUISA BG/AGORASEI/96FM/GOVERNO REJEIÇÃO: FÁTIMA BEZERRA É A MAIS REJEITADA COM 36,4% , SEGUIDA DE GIRÃO COM 25,1%